• 13/11/2020 09:37
Macapá

Governo e órgãos do setor elétrico sabiam de risco de apagão no Amapá

  • 13/11/2020 09:37
  • PorGazeta do Povo
    Ação faz parte da segunda fase da Operação Apagão
    Ação faz parte da segunda fase da Operação Apagão| Foto: Divulgação/Ministério de Minas e energia

    O risco de apagão no Amapá era conhecido pelos principais órgãos do setor elétrico no Brasil, de acordo com o Valor Econômico. O fornecimento de energia no estado foi praticamente completamente interrompido após incêndio em uma subestação em Macapá. Segundo o jornal, documentos do Ministério de Minas e Energia, do Operador Nacional do Sistema (ONS) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) indicam que há dois anos a subestação operava no limite da capacidade. Há ainda a informação de que a rede dependesse de um transformador “backup”. O ONS havia autorizado a concessionária a realizar a troca até 2021. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou as eleições na capital do Amapá após pedido do tribunal local.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.