i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
balanço

Câmbio faz lucro da Petrobras encolher 39% no trimestre

Diferença de preços entre o mercado local e o internacional contribuiu para a redução dos ganhos da estatal. Déficit no comércio exterior cresceu

  • PorReuters
  • 25/10/2013 21:22

89% a mais foi o quanto cresceram as importações de derivados da Petrobras na comparação entre o segundo e o terceiro trimestre deste ano.

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 3,395 bilhões no terceiro trimestre, queda de 39% na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado, divulgado ontem, veio abaixo da expectativa média de analistas ouvidos pela agência de notícias Reuters, de R$ 5,84 bilhões, devido ao impacto negativo da defasagem de preços de combustíveis em relação aos valores internacionais e em consequência do dólar mais forte, que também encareceu as importações.

O saldo entre importações e exportações da Petrobras ficou negativo em 425 mil barris por dia, um volume bem acima do déficit de 271 mil barris verificado no mesmo período do ano passado. As importações de derivados da Petrobras dispararam 89% no terceiro trimestre em comparação ao trimestre anterior, enquanto as compras de petróleo cru no exterior recuaram 25% neste período.

O consumo recorde de diesel provocou a disparada nas importações, disse a estatal. "Ainda que tenhamos tido quatro reajustes de preço de diesel e dois de gasolina nos últimos 16 meses, totalizando 21,9% e 14,9% de aumento, respectivamente, a forte depreciação do real verificada desde maio de 2013, chegando a 22% de desvalorização, fez com que a defasagem voltasse a crescer nos últimos meses", afirmou a presidente da estatal, Maria das Graças Foster, no documento divulgado pela Petrobras para relatar seu balanço financeiro.

A divisão de Abasteci­mento da Petrobras registrou perdas de R$ 5,52 bilhões no terceiro trimestre, contra prejuízo de R$ 5,65 bilhões no mesmo período do ano passado. A produção de petróleo da Petrobras ficou no mesmo patamar do realizado no segundo trimestre. A receita de vendas da estatal somou R$ 77,7 bilhões, com produção de petróleo e gás de 2,52 milhões de barris por dia.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 13,091 bilhões, ante R$ 14,375 bilhões um ano antes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.