i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Venezuela

Chavez cortará três zeros na moeda para conter inflação

  • PorO Globo Online
  • 16/02/2007 07:38

O presidente da Venezuela, Hugo Chavez, anunciou nesta quinta-feira um corte de três zeros na moeda do país e a redução do Imposto de Valor Agregado (IVA) em cinco pontos percentuais. As medidas visam a "frear os fenômenos que ameaçam o país e a fortalecer a economia".

Chavez, que falou sobre as medidas na nova temporada de seu programa de rádio "Alô Presidente", explicou que o imposto será reduzido em três pontos percentuais a partir da 1º de março e em mais dois pontos a partir de 1º de julho.

Segundo o jornal venezuelano "El Nacional", a medida terá impacto direto na inflação em torno de três pontos percentuais ao ano. A inflação da Venezuela está em 17%, a mais alta da região. O objetivo do presidente é reduzir este valor a um dígito. Já a taxa de câmbio é de 2,150.

Nos cálculos de Chavez, a decisão de reduzir o imposto representa uma renúncia fiscal de 7 a 8 bilhões de bolívares por ano (até US$ 17,2 bilhões). Mas, para compensar a perda, a Venezuela vai aumentar os impostos de outros setores. Além disso, o país pretende criar uma taxação ao patrimônio e ao luxo.

O corte da moeda, por sua vez, seria reavaliado em 4 de fevereiro de 2008.

Já a redução dos valores das notas em circulação tem o intuito de dar maior eficiência ao sistema de pagamentos e consolidar a confianã na moeda nacional.

O presidente também pediu que os produtores do país reflitam sobre a especulação por considerar que se trata de um "atentado contra a saúde nacional".

- Não me dêem motivos mas, se me derem, vou expropriar tudo que for necessário em defesa do povo venezuelano - ameaçou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.