Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Gears of Wars 3 deve ser apresentado pela Microsoft no evento | Divulgação
Gears of Wars 3 deve ser apresentado pela Microsoft no evento| Foto: Divulgação
  • Mass Efect 3, para Xbox, é outra novidade esperada para a E3

Declarações, rumores e números do mercado apontam para o fim da atual geração de videogames. "De um ponto de vista tecnológico, estamos muito perto (do fim)", declarou recentemente o produtor executivo de Battlefield 3, Patrick Bach. Parte do futuro da indústria poderá ser vislumbrada no começo do próximo mês, quando acontece a maior feira mundial do setor, a Electronic En­­tertainment Expo (E3), realizada anualmente em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Como de costume, os rumores ganham status de notícia nos dias que precedem a E3. E quem está dominando a pauta é a Nintendo, que promete apresentar no dia 7, na abertura oficial do evento, detalhes de seu próximo console de mesa que substituirá o Wii, campeão em vendas da atual geração. Chamado informalmente de Projeto Cafe (sem acento mesmo), o novo videogame será a primeira investida da empresa japonesa em jogos de alta definição. Os rumores apontam que o aparelho seria bem mais poderoso tecnologicamente que os concorrentes Play­station 3 e Xbox 360, lançados há seis anos. Isso é o mínimo que os consumidores esperam.

A maior novidade seria um controle híbrido (entre o Wiimo­­te e o joystick do Gamecube) que traria uma tela sensível ao toque. Algo que faz lembrar a experiência do finado Dreamcast, que trazia uma tela LCD monocromática embutida no controle e exibia minigames e informações suplementares do que se jogava na televisão. Também deve manter compatibilidade com o sensor de movimentos Wiimote. Nesta E3, a Nintendo promete um protótipo funcional, com previsão de lançamento somente para 2012. Especula-se até que seria dotado de um drive blu-ray, já usado no PS3, para tentar combater a pirataria.

No quesito de software, as forças da Nintendo devem se concentrar no portátil 3DS, recém-lançado e que não está conseguindo ter um bom desempenho nas prateleiras por falta de jogos. Mario Kart, The Legend of Zelda e Donkey Kong devem aparecer em algum novo título trazendo suporte à tecnologia 3D que dispensa o uso de óculos. Uma nova versão de Killer Instinct, franquia morta há mais de uma década, é muito pouco provável que apareça nesta E3, mesmo assim alimenta a imaginação dos fãs da série que sonham com uma volta em HD, como ocorreu recentemente com Street Fighter e Mortal Kombat.

Já a Microsoft, que diz acreditar que o Xbox 360 ainda tem alguns anos de vida, não deve apresentar nenhum equipamento novo. A coletiva deve trazer muitos jogos para o Kinect, que está sofrendo uma estiagem de bons títulos. A empresa de Bill Gates promete triplicar o número de lançamentos até o fim do ano. Quando se fala em Xbox 360, sempre pode se esperar alguma novidade em relação à série Halo. Há grandes chances de uma quinta versão dar o ar da graça. Gears of Wars 3 é dado como certo.

Principal franquia de corrida da plataforma, Forza Motorsport trará como principal novidade em sua quarta edição o suporte ao Kinect, com um sistema diferente de controle de câmera: o jogador mudará o ângulo de visão apenas movimentando a cabeça. Tam­bém há a expectativa de um novo serviço no Xbox 360 usando o Sky­­pe, adquirido recentemente pe­­la Microsoft.

Da parte da Sony, as atenções se voltam aos jogos exclusivos do PS3. "Uncharted 3", "InFamous 2" e "Twisted Metal" já estão com presença confirmada. O NGP, sucessor do portátil PSP, certamente terá um lugar especial, onde o público será informado do nome final do projeto.

Entre os multiplataformas, há a possibilidade de Crysis dar as caras, assim como Assassin’s Creed Revelations e o arrasa-quarteirão Modern Warfare 3. Mass Effect 3 deve avançar no estilo RPG e dar mais liberdade aos personagens, como mudanças nas habilidades a serem desenvolvidas.

Este colunista, no entanto, acom­­panhará tudo de longe, to­­mando um café, enquanto aproveita merecidas férias. A coluna volta em um mês, após os rumores descritos acima forem confirmados ou caírem na vala do esquecimento.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]