As companhias aéreas LAN e TAM vão operar sob uma única marca. A estimativa é que dentro de um ano e meio o passageiro não perceba mais diferença ao embarcar em um voo de uma ou de outra empresa. Segundo o presidente-executivo do grupo, Enrique Cueto, a nova marca pode ser tanto a junção dos nomes das empresas chilena e brasileira quanto um nome completamente diferente. O que é certo é que está descartada a manutenção das duas bandeiras, como aconteceu na fusão de Air France com KLM ou na compra da Iberia pela British Airways. Outra hipótese rechaçada é a de renomear a TAM como LAN Brasil, a exemplo do que a LAN faz com suas subsidiárias na América Latina (LAN Peru, LAN Argentina etc.).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]