Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Apesar da queda em junho, o valor da cesta em Curitiba no acumulado dos últimos doze meses (entre julho de 2014 e junho de 2015) apresenta elevação de 8,24% | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Apesar da queda em junho, o valor da cesta em Curitiba no acumulado dos últimos doze meses (entre julho de 2014 e junho de 2015) apresenta elevação de 8,24%| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O valor da cesta básica em Curitiba diminuiu 1,40% em junho, na comparação com maio, chegando a um custo de R$ 359,69, conforme levantamento divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nesta terça-feira (7).

A queda seguiu um cenário apontado pelo órgão em outras capitais – houve diminuição no valor da cesta em 15 das 18 cidades pesquisadas.

Em junho, o maior custo da cesta foi registrado em São Paulo (R$ 392,77), seguido de Florianópolis (R$ 386,10), Porto Alegre (R$ 384,13). Na ponta contrária, os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 275,42), Natal (R$ 302,76) e João Pessoa (R$ 309,48).

Acumulado

Apesar da queda em junho, o valor da cesta em Curitiba no acumulado dos últimos doze meses (entre julho de 2014 e junho de 2015) apresenta elevação de 8,24%.

Em junho de 2015, o tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta básica em Curitiba foi de 100 horas e 25 minutos, segundo os cálculos do Dieese. O valor de R$ 359,69 na capital equivale a 49,62% do salário mínimo.

Paraná tem três empresas entre as 100 mais inovadoras do país

Ranking do jornal Valor Econômico destaca as empresas que mais geram valor por meio de novos produtos, processos, modelos de negócios e serviços

Leia a matéria completa

Produtos

No mês passado, os produtos que tiveram predominância de alta nos preços nas cidades acompanhadas pela pesquisa foram carne bovina, leite, pão francês, batata e manteiga. Já o valor médio do feijão e o tomate apresentou retração na maioria das capitais.

Em Curitiba, os produtos com maiores altas no mês foram batata (15,69%), banana (8,15%) e farinha (5,96%).

Já as maiores baixas foram registradas no preço do tomate (-23,59%), feijão (-4,18%) e manteiga (-2,99%).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]