Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

Novo mínimo injetará R$ 46 bi na economia em 2014

Caso seja sancionado, o novo salário mínimo de R$ 724 deve representar um acréscimo de R$ 46 bilhões na economia brasileira no ano que vem, de acordo com estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). O reajuste de 6,6% representa aumento real de 0,8%, o menor verificado nos últimos anos. Em 2013, o salário mínimo teve aumento real de 2,7% e em 2012, de 7,6%.

Leia mais

A presidente Dilma Rousseff confirmou, na manhã desta quarta-feira (18) que o novo salário mínimo, vigente a partir de 1º de janeiro de 2014, ficará entre R$ 722 e R$ 724, o que representaria uma alta de 6,5% a 6,78% sobre os R$ 678 atuais. "A regra da correção do salário mínimo depende do fechamento do PIB (Produto Interno Bruto) e da inflação, mas dá para sabermos que ficará entre R$ 722 e R$ 724. Se tivermos perto de R$ 724 arredondamos para cima, damos uma força", disse.

"O pessoal pode ficar satisfeito antecipadamente", completou a presidente, em entrevista para emissoras de rádio de Pernambuco. A presidente anunciou ainda que boa parte da desoneração da folha de pagamento, até então provisória, será "permanente". Dilma também revelou a autorização para a construção de um terceiro aeroporto privado no Estado de São Paulo.

Em conversa com jornalistas na manhã, a presidente disse ser contra indexação de preços, classificada por ela de algo "extremamente perigoso", ao comentar pedido da Petrobras sobre reajuste automático da gasolina. Aproveitou ainda para alfinetar a proposta tucana de reestatizar a empresa de petróleo, ao dizer que "isso não é sério".

A presidente pautou grande parte da conversa, de tema livre, a assuntos econômicos. Não quis fazer previsões sobre o PIB de 2014, mas disse que o deste ano deverá ficar em 2% "ou um pouco mais". "Isso eu posso garantir", reforçou.Dilma disse que a inflação deverá ficar abaixo da registrada no ano passado -5,84% em 2012, segundo o IBGE. Mas insistiu que não faria previsões definitivas.

Ela revelou ainda que fará sua reforma ministerial entre o final de janeiro e o início de março. "Até o Carnaval vou concluir a reforma", disse. Aproveitou para reiterar "pela vigésima vez" que o ministro Guido Mantega (Fazenda) "está perfeitamente no lugar onde está", afastando a possibilidade de troca no comando da equipe econômica.

Ela rebateu ainda as críticas de que seu governo é exageradamente otimista e intervencionista. "É absolutamente imperdoável um governo pessimista", afirmou ela. No setor aeroportuário, a presidente revelou ainda que será criada a Infraero Serviços, para fazer uma sociedade com um grande operador de aeroportos e modernizar os que continuarão sob o controle do governo federal. No caso do terceiro aeroporto privado, em São Paulo, ele pode ficar no município de Caieiras, na região metropolitana da capital paulista.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]