Conheça as vantagens e desvantagens das quatro opções para quem vai ao exterior |
Conheça as vantagens e desvantagens das quatro opções para quem vai ao exterior| Foto:

Com a queda do dólar e o aumento do número de brasileiros viajando ao exterior, o Banco do Brasil resolveu aposentar o tradicional cheque de viagem (o traveller check) em papel e apostar em meios eletrônicos. O BB fechou parceria com a Visa e será o primeiro grande banco no Brasil a oferecer o cartão pré-pago da bandeira para viagens internacionais, chamado de Visa TravelMoney. O plástico é carregado aqui, em reais, e pode ser usado para pagamentos em dólares ou euros na rede de 30 milhões de estabelecimentos comerciais da bandeira pelo mundo. Também pode ser usado para saques em 1,7 milhão de caixas eletrônicos.

A estimativa do BB é de que, em 2011, o cartão movimente R$ 350 milhões em recursos. Em 2013, esse valor deve chegar a R$ 550 milhões. "O brasileiro nunca esteve tão presente no exterior como agora", destaca o vice-presidente de novos negócios do BB, Paulo Caffarelli. Inicialmente, o cartão será oferecido nas 236 agências de câmbio do BB, espalhadas em aeroportos e grandes centros. Após a experiência nessa rede, em um segundo momento o cartão será oferecido em todas as agências do banco pelo país.

"O Brasil já é o maior emissor desse cartão nas Américas", diz o presidente da Visa do Brasil, Ru­­bén Osta. Segundo ele, a Visa está aberta a outros bancos interessados. Além de turistas e viajantes de negócios, Osta destaca que esse tipo de cartão pode ser usado por estudantes que fazem intercâmbio no exterior, pois, enquanto eles estão lá fora, o plástico pode ser recarregado por amigos ou parentes no Brasil.

O BB será o primeiro banco de varejo a oferecer o plástico no Brasil. Até agora, o cartão da Visa era oferecido em três bancos de nicho, o Rendimento, o Schahin e o Confidence, primeiro banco de câmbio do país.

Correntistas

Os correntistas do Banco do Brasil terão algumas vantagens financeiras e logísticas ao adquirir o TravelMoney. O produto não terá anuidade e haverá taxas e tarifas de câmbio diferenciadas. No entanto, o banco vai cobrar taxa de saque – o valor ainda não foi definido. Em Curitiba, o Tra­­velMoney poderá ser adquirido na agência Tiradentes, localizada na praça de mesmo nome. A diretoria do Banco do Brasil não di­­vulgou quando o produto estará disponível aos correntistas.

Além do TravelMoney, existem outras opções para quem viaja ao exterior (confira no quadro nesta página). Apesar da comodidade de poder fazer compra em grandes lojas ou em pequenos quiosques, o dinheiro é a alternativa menos segura. Caso ocorram imprevistos como roubos, a viagem pode estar comprometida. Por causa disso, muitos viajantes estão optando pelos cartões.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]