i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crise

Dívida da companhia com o fisco terá prioridade

  • 27/06/2006 18:26

Brasília – A Justiça Federal inverteu a favor do governo a ordem de prioridade dos pagamentos das dívidas da Varig. A nova Lei de Falências determina que os trabalhadores recebam antes do que o governo. Mas, se mantida a decisão da Justiça do Rio, do dia 13, a Varig terá de pagar dívidas tributárias antes de pagar os trabalhadores da empresa. A decisão acata pedido de liminar apresentado pela Procuradoria Geral da Fazenda (PGF), e determina a reserva dos recursos pagos na operação de venda da empresa para o pagamento das dívidas tributárias.

A Lei de Recuperação Judicial, conhecida como Lei de Falências, estabelece prioridade ao pagamento de dívidas adquiridas após o pedido de recuperação judicial. Um exemplo disso são as dívidas da Varig com a BR Distribuidora para abastecer os aviões. Em segundo lugar vem o passivo trabalhista da empresa. A Varig teria de saldar as dívidas com trabalhadores que têm até 150 salários mínimos a receber da empresa, além de todas as indenizações geradas por acidentes de trabalho. Só depois disso, na ordem de prioridades, está o pagamento das dívidas tributárias – que somam cerca de R$ 2 milhões, segundo a Receita Federal.

A Varig informou que vai pagar hoje duas parcelas referentes a salários dos meses de abril e maio. Segundo o presidente da empresa, Marcelo Bottini, o valor é proveniente de recursos próprios da empresa, e não do aporte financeiro realizado ontem pela VarigLog. Funcionários com salários acima de R$ 800 receberão duas parcelas de R$ 400. Os funcionários com salários inferiores a R$ 800 já receberam, segundo a Varig.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.