Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Dados preliminares do Boletim Estatístico do Banco de Portugal (Banco Central) divulgados nesta quinta-feira (22) registram que a dívida pública do país no primeiro semestre de 2013 atingiu 131,4% do Produto Interno Bruto (PIB) ou mais de 214,5 bilhões de euros (R$ 701 bilhões no câmbio oficial).

O resultado deixa Portugal no segundo lugar entre os países mais endividados da Europa, atrás apenas da Grécia e superando a Itália (em ranking divulgado em 2012).

Em valores absolutos, a dívida pública portuguesa é bem menor que a brasileira (R$ 1,8 trilhão, em junho), mas em termos relativos a dívida pública no Brasil equivale a 41,3% do PIB, segundo boletim de política fiscal divulgado pelo Banco Central.

O resultado da dívida pública de Portugal contraria as previsões do programa de ajuda financeira e assistência econômica do Fundo Monetário Internacional, do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia, grupo de instituições que forma a chamada Troika. Segundo a Agência Lusa, a meta definida com os credores era que a dívida caísse dos 123,8% (dezembro de 2012) para 122,9% até o final deste ano.

Conforme o Eurostat, gabinete de informações estatísticas da Comissão Europeia, Portugal foi o país da União Europeia com o maior crescimento proporcional da dívida entre 2011 e 2012 (15,3 pontos percentuais). O programa de ajustamento da Troika teve início no primeiro semestre de 2011.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]