Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O dólar interrompeu uma sequência de cinco baixas consecutivas e fechou em alta de 0,83% nesta terça-feira, a R$ 1,825 , acompanhando um movimento de ajustes nos mercados internacionais. Na sessão anterior, o dólar havia encerrado a R$ 1,81, menor valor desde agosto de 2000. A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em baixa, puxada pela realização de lucros principalmente dos papéis da Vale do Rio Doce.

O Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores de São Paulo, caiu 0,52%, para 62.017 pontos, depois de bater cinco recordes de alta nos seis últimos pregões. Durante a manhã, o índice chegou a cair mais fortemente. O volume financeiro foi de R$ 6,548 bilhões, valor acima da média. Os papéis da Vale responderam por cerca de 25% (R$ 1,6 bilhões) dessa movimentação.

De acordo com o analista Gustavo Barbeito, da Prosper Gestão, o movimento de realização de lucros pode ter ocorrido mais forte nos papéis da Vale são os que têm maior liquidez e também por causa das recentes altas (só nessa segunda as ações subiram 6,5% e no mês passado a alta foi de 28%).

O economista-chefe da Ágora Corretora, Álvaro Bandeira, lembra que a baixa foi só uma realização de lucros e lembra que o Citigroup aumentou as estimativas de preço-alvo (ou o chamado preço justo) para as ADRs da Vale para US$ 37, o que daria ainda um potencial de alta de 25%.

Na semana passada, o fundo americano Black Rock informou que comprou 5,6% dos papéis PN da mineradora brasileira. O fundo, o maior com ações em bolsa dos Estados Unidos, informou, no entanto, que o objetivo não é ter controle sobre a empresa e é somente realizar investimentos minoritários.

Nesta terça-feira, as ações PN da mineradora fecharam em baixa de 1,54%, a R$ 54,74. Os papéis PN da Petrobras amenizaram a queda do Ibovespa e tiveram alta de 0,56%, para R$ 60,69.

Na avaliação de Barbeito, da Prosper Gestão, a realização de lucros na Bovespa é pontual e não deve representar uma reversão de tendência.

- A gente ainda continua acreditando que a tendência é positiva - afirma o analista, que estima que o Ibovespa deve subir para cerca de 65 mil pontos no fim do ano.

Dólar deve continuar a tendência de baixa, diz analista

Em relação ao dólar, o diretor-executivo da NGO Corretora, Sidnei Moura Nehme, avalia que foi só um ajuste natural e que a queda não interrompe o movimento de queda da moeda.

- Mas é só isso, não vejo nada de mais sério e que vá interromper aquele movimento (de queda do dólar). Ele está numa tendência bastante firme e consistente de ingresso de capital estrangeiro para a bolsa, e com isso o fluxo (positivo) vai ficar acentuado - avaliou.

A Bolsa de Nova York também apresentou um movimento de realização de lucros. O índice Dow Jones fechou em baixa de 0,29%, o SP 500 de 0,03%. Já o eletrônico Nasdaq teve alta de 0,22%.

Nos Estados Unidos, foi divulgado nesta terça-feira o índice de vendas pendentes de casas no país, que apresentou queda de 6,5% em setembro, a maior baixa desde 2001. Ainda é esperado para esta terça-feira a divulgação das vendas das montadoras de veículos em setembro.

Outra notícia nos EUA que atraiu atenção do mercado nesta terça-feira, veio do Morgan Stanley que anunciou um plano de reestruturação que cortará 600 funcionários da área de hipotecas do banco . A instituição informou também que captou US$ 1,5 bilhão para fundo de investimentos com foco na Ásia .

Ainda esta semana, serão apresentados novos indicadores de atividade no Brasil e nos Estados Unidos. O dado de maior relevância da semana, o relatório sobre o mercado de trabalho, será conhecido na sexta-feira. Depois do fechamento de vagas em agosto, a estimativa é de que foram criados 100 mil novos postos em setembro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]