Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
A partir de ideia de Elon Musk, empresa busca sócios brasileiros para trem de 1.200 km/h
| Foto: Divulgação / Hyperloop TT

A Hyperloop Transportation Technologies que pretende dar velocidade de avião ao transporte terrestre, está buscando investidores no Brasil para se associarem ao projeto global.

O hyperloop será uma espécie de trem-bala que rodará dentro de tubos pneumáticos, levitando sobre trilhos magnéticos e alcançando velocidade de até 1.200 km por hora. Os primeiros 5 km da linha do sistema hyperloop deverão estrear em 2021, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, e projetos já estão sendo discutidos para outros países, como Indonésia e Índia.

Há quase dois anos com uma unidade no Cubo Itaú, maior hub de empreendedorismo da América Latina, em São Paulo, a empresa busca se aproximar do mercado nacional e captar investimentos via venture capital para a matriz. Não há previsão para o transporte em cápsula chegar a solo brasileiro. “Abrimos uma rodada de investimento global de US$ 70 milhões, com US$ 15 milhões específicos para o Brasil”, afirmou Ricardo Penzin, diretor de desenvolvimento de negócios da HyperLoop TT no Brasil.

O executivo destacou no debate "Evoy Talks 2030" - realizado na terça no Cubo - que a cápsula pode reduzir o tempo de viagem entre Rio de Janeiro e São Paulo para 22 minutos. O mesmo trecho leva até 45 minutos via ponte aérea. “O Hyperloop não consome combustível fóssil e ainda possui um painel solar em sua superfície, que é capaz de gerar energia para consumo próprio e uma sobra para venda”, acrescentou.

Alta velocidade do trem é resultado da combinação de deslocamento sem atrito com impulsão pneumática
Alta velocidade do trem é resultado da combinação de deslocamento sem atrito com impulsão pneumática| Divulgação / Hyperloop TT

Na avaliação de Penzin, o Brasil possui um grande potencial para empresas do setor logístico, motivo pelo qual a HyperLoop TT montou um escritório no país. No entanto, “burocracia, dificuldades econômicas e falta de infraestrutura e de investimento público em inovação” ainda impedem o país de receber este tipo de modal. No ano passado, a empresa anunciou que lançaria um centro de inovação em Contagem (MG). O projeto foi descontinuado.

“Desperdiçamos, em média, R$ 7,3 bilhões com engarrafamento por ano em São Paulo e as ferrovias brasileiras têm uma velocidade média de 27 km/h”, justificou ele.

Tecnologia do HyperLoop

Evolução do trem-bala japonês, o hyperloop foi idealizado por Elon Musk, CEO da Tesla, em 2013 diante do alto custo e baixa eficiência desse modelo ferroviário. O sistema utiliza turbinas e ímãs para levitar e movimentar uma cápsula que atua como um trem para transporte de passageiros.  E como não existe atrito para limitar o movimento entre o tubo e a cápsula, o trem consegue atingir altas velocidades.

Além da HyperLopp TT, a Virgin Group e a canadense TransPod Inc. também estão investindo no desenvolvimento da tecnologia.

Trem se deslocará dentro de túnel coberto por placas solares
Trem se deslocará dentro de túnel coberto por placas solares| Divulgação / Hyperloop TT
Conteúdo editado por:Marcos Tosi
3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]