Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Aulas de educadores físicos são transmitidas em tempo real. | Brunno Covello/Gazeta do Povo
Aulas de educadores físicos são transmitidas em tempo real.| Foto: Brunno Covello/Gazeta do Povo

A falta de disposição para sair de casa ou a agenda lotada não podem mais ser usadas como desculpas para quem tem aversão a academias de ginástica. Pelo menos é o que defende um novo empreendimento curitibano que, de olho nos sedentários, quer levar para dentro da sala dos clientes sessões de exercício ao vivo.

Lançada há pouco mais de três meses pelos sócios Rafael Scorsin e Charles Frederik Kuhnen, a Home Fitness é uma espécie de academia on-line que transmite, pela internet, aulas de treinamento funcional, sem a necessidade de aparelhos ou acessórios. Em uma pequena sala alugada em um prédio comercial no bairro Boqueirão, uma câmera mostra em tempo real os movimentos e orientações de uma profissional de Educação Física – a sessão é transmitida então para o computador dos alunos.

Horários flexíveis

As aulas ocorrem em horários específicos, de segunda a sexta-feira, das 7 às 23 horas, e aos sábados, das 8 às 17 horas. São oito modalidades: zumba fitness, home fight, home mix, home local, home total, pilates, ritmos e super relax.

O principal diferencial, destaca Scorsin, é a possibilidade de o aluno acompanhar as aulas sem sair de casa, nos horários que achar mais conveniente. Além disso, se optar pelo plano mais abrangente, de R$ 49,90 por mês, o professor da Home Fitness pode acompanhar ao vivo o desempenho de quem está se exercitando, por meio da webcam do aluno, e sugerir adequações e dar dicas. O plano básico, que já garante o acesso a toda a grade de aulas, sai por R$ 29,90 por mês.

A ideia de criar a academia on-line surgiu de uma necessidade do próprio Scorsin, que, em meio a viagens a trabalho constantes, acabou se tornando um sedentário típico e a ter problemas de saúde. Ele, que trabalhava em uma empresa como gerente de Tecnologia da Informação (TI), procurou opções de aulas pela internet e não encontrou. Viu na ausência de referências uma oportunidade e chamou Kuhnnen, amigo de longa data que é professor de Educação Física, para discutir maneiras de viabilizar a empreitada.

“Para nós, foi uma grande aposta. Investi todo o dinheiro que consegui juntar nos últimos anos e hoje me dedico 100% ao site”, relata Scorsin. O investimento na empresa, até o momento, gira em torno de R$ 400 mil. A estrutura ainda é pequena: no total, a Home Fitness emprega 12 pessoas, sendo duas professoras de Educação Física.

Segundo os sócios, há cerca de 100 alunos cadastrados – a maioria mulheres – de estados como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Acre.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]