i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Multinacionais

Empresas gigantes, impostos minúsculos

  • 13/11/2012 21:23
 | Chris Helgen/ Reuters
| Foto: Chris Helgen/ Reuters

Multinacionais adeptas da "otimização fiscal", praticada pelos grandes grupos para reduzir seus impostos, estão na mira do fisco francês, que avalia em até 1 bilhão de euros o rombo para os cofres públicos deixados pela sonegação dessas companhias. Entre as empresas suspeitas estão Microsoft, Apple e Facebook. Implementando uma série de montagens financeiras, batizadas de "sanduíche holandês", o Google também estaria pagando uma porcentagem de impostos inferior à devida. Contudo, os gigantes da internet não são os únicos que pagam pouco ou nada em termos de imposto. Presente na França há oito anos, a rede de café Starbucks jamais pagou impostos. O grupo alega que não ganha dinheiro no país e por isso não paga impostos sobre os lucros. Os diretores de Starbucks (foto), Amazon e Google explicaram na segunda-feira por que as grandes multinacionais norte-americanas pagam poucos impostos também no Reino Unido, diante de deputados visivelmente pouco convencidos de suas explicações.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.