Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 |
| Foto:

Festival de Teatro de Curitiba

Exemplo de sucesso da economia criativa

Futuro

Tijuca e aquário são os mais novos desafios

Reserva mais visitada no Brasil, com cerca de 2 milhões de turistas ao ano, o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, é o mais novo desafio administrativo da Cataratas S.A. Lá, a concessionária associou-se a outras duas empresas, Sfeco e Bel-Tur, para formar o consórcio Paineiras Corcovado, vencedor da licitação em 2012. O consórcio assumiu o serviço de transporte, por vans, até o Cristo Redentor, e a administração do Hotel das Paineiras, inaugurado em 1884 e fechado há mais de 30 anos. Edificação tradicional e sem uso, o Hotel das Paineiras será revitalizado e se transformará em centro de exposição, com lojas, restaurante e lanchonete. No total, serão investidos R$ 52 milhões.

O mesmo consórcio vai instalar também no Rio, o maior aquário marinho da América Latina, o AquaRio, em um investimento de R$ 75 milhões. Serão 12 mil animais marinhos de 400 diferentes espécies. A expectativa é atrair 1,5 milhão de turistas ao ano.

Quem faz

Início: 1999

Em que área atua: Administração de serviços turísticos em parques nacionais

Onde atua: Foz do Iguaçu, Arquipélago de Fernando de Noronha e Rio de Janeiro

Quanto fatura: R$ 13,4 milhões (2012).

Quantos funcionários possui: 262 no Parque Nacional do Iguaçu; 75 em Fernando de Noronha; e 250 no Parque Nacional da Tijuca (previsão).

Quanto espera crescer em 2013: 5%

Posição no mercado: Não há outras empresas iguais no país

Por que é bem feito: a empresa investe em treinamento e capacitação de seus colaboradores como meio para atingir seu objetivo estratégico principal, que é atender com qualidade a todos os visitantes

  • Bilheteria do Parque Nacional do Iguaçu. Sob a administração da Cataratas S.A., faturamento em 2012 foi de R$ 13.362 milhões. Até 2009, a receita do parque era negativa
  • Investimentos em centro de visitantes e outras melhorias de infraestrutura aumentaram o número de pessoas que vêm conhecer as Cataratas
  • O número de visitantes quase dobrou desde o início do trabalho Cataratas S.A. , em 2000: de 800 mil para mais de 1,5 milhão no ano passado
  • Atualmente, cerca de 40% do faturamento do parque vêm dos serviços prestados nas lanchonetes e nas lojas
  • Entre as novidades introduzidas pela Cataratas S.A. no Parque Nacional do Iguaçu está a construção de um centro de visitantes e também pela introdução de ônibus panorâmicos de dois andares
  • As Cataratas do Iguaçu figuram todos os anos entre os três principais destinos turísticos do Brasil

Na vanguarda dos serviços prestados em reservas ambientais, a Cataratas do Iguaçu S.A. criada em 1999, foi a primeira a empresa estabelecer um contrato de concessão para a gestão do serviço de apoio à visitação de um parque nacional brasileiro: o Iguaçu, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A partir da revolução feita na reserva de 185 mil hectares, na fronteira do Brasil com a Argentina, a empresa conquistou o mesmo serviço em mais dois parques importantes do país no esquema de parceria público-privada: o de Fernando de Noronha, em Pernambuco, em 2010, e o da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 2012.

SLIDESHOW: Confira fotos do trabalho desenvolvido pela empresa

Entre as ações implantadas no Iguaçu, a Cataratas S.A. foi responsável pela construção de um centro de visitantes e também pela introdução de ônibus panorâmicos de dois andares. As melhorias contribuíram para aumentar exponencialmente o número de visitantes no parque, de 800 mil no primeiro ano de trabalho, 2000, para 1.535.382 em 2012. De lá para cá, a Cataratas S.A. investiu cerca de R$ 65 milhões no Iguaçu, dos quais R$ 42 milhões nos primeiros anos de operação.

Além do centro de visitantes, o parque ganhou estacionamentos, lojas – para as quais foram criados souvenirs do próprio parque –, um restaurante, dois cafés e dois quiosques nas trilhas e uma joalheria. Neste mês cinco ônibus, estes híbridos, foram incorporados à frota que hoje conta com 18 veículos.

ReceitaAtualmente, 60% do dinheiro que entra no caixa do Parque Nacional do Iguaçu vem da prestação de serviços, ou seja, bilheteria, transporte e estacionamento. Outros 40% são provenientes de gastronomia e lojas. Um total de 3% do que é arrecadado nas lanchonetes e nas lojas é repassado ao ICMBio.

Mas esses números nem sempre foram assim. Até 2009, o balanço não era positivo. Foi preciso mudar a taxa interna de retorno – de 5% ao ano para 14%, a partir de 2010 – para que ela fosse compatível com os investimentos realizados. Essa mudança também possibilitou investimentos nos outros parques que contam com o serviço da Cataratas S.A. Em 2012, o faturamento da empresa foi de R$ 13,4 milhões. Para este ano, a expectativa é que esse montante cresça em pelos menos 5%.

Noronha é sinônimo de turismo moderno

Se o casamento entre ecoturismo e acessibilidade pode dar certo, no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha ele se supera. Lá a Cataratas S.A. deixa a marca ambientalmente correta por meio da preservação, educação ambiental e plataformas especializadas para receber pessoas com deficiência.

Até por ser um contrato mais novo e mais exigente, foi preciso adotar ações como usar madeira biossintética nas intervenções, fazer o reaproveitamento da chuva e adotar produtos biossustentáveis. Há praia e trilhas com acessibilidade e cadeira de roda anfíbia. As obras foram feitas sem a utilização de cimento e brita. Tudo buscando o mínimo impacto ambiental possível.

A empresa assumiu o parque em 2010 – ano também em que os visitantes começaram a pagar ingressos para conhecer a reserva. São 15 anos de concessão com possibilidade de ampliar mais cinco. Depois de investimentos em capacitação, 99% dos funcionários são da comunidade de Ilhéus – o contrato estabelecia um mínimo de 60%. Até agora foram investidos R$ 13 milhões, conforme o contrato. Ao ano, pouco mais de 52 mil pessoas visitam o parque.

Cataratas do Iguaçu S.A.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]