i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Comércio exterior

EUA não excluem renegociar acordos da OMC

Secretário do Tesouro alegou que nem todas as disposições da organização são aplicadas a alguns acordos dos quais o país faz parte

    • Baden-Baden, Alemanha
    • AFP
    • 18/03/2017 15:38
    Steven Mnuchin, secretário do Tesouro norte-americano, mostrou intenção de rever acordos comerciais. | Thomas Kienzle/AFP
    Steven Mnuchin, secretário do Tesouro norte-americano, mostrou intenção de rever acordos comerciais.| Foto: Thomas Kienzle/AFP

    Os Estados Unidos estão dispostos a renegociar tratados de livre comércio, incluindo os multilaterais assinados no âmbito da Organização Mundial de Comércio (OMC), afirmou neste sábado, em Baden-Baden, o novo secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin. “Queremos reexaminar alguns acordos, falamos de reexaminar o Nafta (dos Estados Unidos com México e Canadá)” disse, no âmbito da reunião ministerial do G20 (países ricos e emergentes). “Algumas partes da OMC não são aplicadas, e vamos tentar com combatividade que o sejam no interesse dos trabalhadores americanos”, declarou Mnuchin em uma coletiva de imprensa. Alguns acordos “são velhos, e precisam ser renegociados, nós consideraremos” fazer isso, acrescentou ao término da reunião.

    Os acordos da OMC, que tem sua sede em Genebra, foram assinados em 1994 e entraram em vigor em 1995. Servem de marco multilateral para a liberalização do comércio, embora este impulso tenha se freado na última década, em benefício de acordos regionais ou entre países. Em encontros anteriores do G20, os ministros das Finanças defenderam regularmente o livre comércio, mas os Estados Unidos conseguiram impor seu critério em Baden-Baden e a declaração final omitiu este tema.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.