Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Colheita de milho nos EUA foi acompanhada na última semana pela Expedição Safra | Valterci Santos/ Gazeta do Povo
Colheita de milho nos EUA foi acompanhada na última semana pela Expedição Safra| Foto: Valterci Santos/ Gazeta do Povo

A Gazeta do Povo lança amanhã a Expedição Safra 2010/11. Em sua quinta edição, ou quinto ano-sa­fra, o levantamento técnico-jornalístico vai percorrer, a partir desta semana, 12 estados brasileiros, que concentram perto de 90% da produção de grãos do país. O objetivo será acompanhar e verificar as tendências da fase de plantio.

Como nos anos anteriores, a primeira etapa desta temporada foi concluída na semana anterior ao início dos trabalhos no Brasil, com percurso de 2,8 mil quilômetros no cinturão do milho norte-americano, o Corn Belt, onde uma das equipes do trabalho de campo acompanhou a colheita de soja e milho dos Estados Unidos.

Na época da colheita na Améri­ca do Sul, além dos 12 estados brasileiros, a Expedição vai cumprir o já consolidado roteiro pelas regiões produtoras da Argentina e Paraguai. A novidade para o ciclo 2010/11 é a ampliação da área de cobertura. Pela primeira vez, a Expedição desembarca na Europa, com incursões programadas para França, Alemanha e Holanda.

Mercado globalizado

Além de estatísticas, os técnicos e jornalistas aprofundam o debate sobre as principais variáveis da atividade, como clima, infra-estrutura e, no caso da União Européia, o mercado e as exigências e particularidades do consumidor internacional. "É o tamanho da demanda que vai ditar o ritmo de expansão no lado da oferta", diz Giovani Ferreira, do Núcleo RPC de Agronegócio, ao justificar a presença da Expedi­ção na Europa. "Assim como fizemos nas Américas, passo a passo, queremos entender essa outra ponta da cadeia. Primeiramente, pelo continente europeu, mercado mais antigo, tradicional e exigente. A meta é chegar na Ásia e desvendar um pouco dos mistérios da China, onde está o grande potencial de consumo, mas também um grande desconhecido", explica Ferreira.

Neste ano, as equipes seguem para o campo brasileiro com uma motivação extra. A revisão dos números da safra nos EUA, que reduziu a previsão do milho em 18 milhões de toneladas (na comparação a estimativa de agosto) e encolheu a área da soja em meio milhão de hectares, tem reflexo imediato nos preços em Chicago, cenário que estimula o plantio e amplia as expectativas de rentabilidade na Amé­rica do Sul. A grande incógnita por aqui será o La Niña, fenômeno climático que reduz as chuvas e pode provocar estiagem em algumas regiões mais ao Sul, como é o caso do Paraná.

Lançamento

O lançamento da Expedição Safra reúne amanhã, em Curitiba, representantes da cadeia produtiva de vários estados brasileiros. Durante o evento, serão apresentadas as perspectivas iniciais para a safra brasileira e um balanço prévio do ciclo nos EUA. Será durante um café da manhã, a partir das 8 horas, no espaço Vila Batel.

De responsabilidade da Gazeta do Povo, a Expedição conta com o apoio técnico de entidades como Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Ocepar e Faep. Também integram o grupo de apoio a Milenia Agrociências, a Associação Brasileira de Conces­sionárias de Rodovias, New Hol­land, Caixa e Toyota Sulpar.

Leia mais

www.gazetadopovo.com.br/expedicaosafra

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]