Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Federal Reserve decidiu nesta quarta-feira manter o juro dos Estados Unidos pela terceira reunião consecutiva, dizendo que a economia deve crescer em ritmo mais moderado mas que ainda vê alguns riscos inflacionários.

Como esperado, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) manteve a taxa em 5,25 por cento, nível atingido em junho depois de 17 aumentos seguidos desde meados de 2004.

A decisão não foi unânime. Pela terceira vez, o presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker, queria um aumento de 0,25 ponto percentual.

``As leituras do núcleo da inflação têm sido elevadas, e o alto nível de utilização de recursos tem potencial de sustentar as pressões inflacionárias'', apontou o Fed em comunicado junto com a decisão. ``Contudo, as pressões inflacionárias devem provavelmente moderar ao longo do tempo.''

Como nas reuniões recentes, os membros do Fed afirmaram mais uma vez que seu foco está principalmente nos riscos inflacionários, deixando a porta aberta para possíveis aumentos do juro.

``A extensão e o momento de qualquer aperto adicional que possa ser necessário para enfrentar esses riscos (inflacionários) irão depender da evolução da perspectiva para inflação e crescimento econômico'', acrescentou o banco central norte-americano.

A desaceleração econômica dá ao Fed condições de ``esperar para ver'' se isso será suficiente para combater a inflação.

A reunião foi feita em dois dias para permitir uma discussão sobre como o Fed poderia melhorar sua comunicação com o público, mas o comunicado não deu pistas sobre que mudanças poderiam ser feitas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]