i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Alimentos

Festival quer levar mais suíno à mesa

Evento tenta abrir mercado à carne de porco e assim diminuir prejuízos para o produtor

  • PorJosé Rocher
  • 30/07/2007 17:34
 |
| Foto:

Emprego

Alunos ajudam a desenvolver cardápio

O programa do Festival da Carne Suína enche de esperança os alunos do restaurante-escola do Senac, que tentam conseguir vagas no mercado de trabalho. Luiz Carlos Lopes, de 43 anos, ganha experiência para, um dia, se tornar chef. Ele decidiu se dedicar aos cursos do Senac durante o ano inteiro e, como parte das aulas práticas, ajuda a desenvolver a nova cozinha da carne suína.

Lopes mora em São Mateus do Sul (a 150 quilômetros de Curitiba) e acorda diariamente às 3 horas para tomar ônibus até a capital. Já fez curso de cozinheiro e agora tem aula de confeiteiro. Sua intenção é mudar para Curitiba. O esforço é planejado. "É preciso plantar para colher. Se decidir montar um negócio, ainda vou precisar de curso de administrador", afirma.

O Festival da Carne Suína oferece pratos magros e tradicionais. As paredes do restaurante expõem banners indicando que, nos últimos 20 anos, o porco virou suíno e perdeu 31% de gordura, 14% de calorias e 10% de colesterol. Além de opções inovadoras, como almôndegas e carne ao molho de jabuticaba, são oferecidas receitas de sucesso, como joelho de porco e leitão à pururuca. (JR)

A queda no preço da carne suína é um bom motivo para quem consome só frango e carne bovina mudar de hábito, mas não é o único. A Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio) desenvolveu receitas com carne de leitão na tentativa de abrir espaço ao alimento no cardápio dos restaurantes e sugerir novos preparos para quem cozinha em casa. Quem participar do Festival de Carne Suína, esta semana, em Curitiba, poderá levar cópias das receitas para casa.

Depois de 20 meses de crise para o setor produtivo, o preço da carne suína compete com o da carne de frango nos supermercados. Fatias do lombo custam menos de R$ 5 o quilo e cortes com pouco osso e gordura são vendidos a R$ 7,50. Os produtores paranaenses recebem entre R$ 1,40 a R$ 1,90 por quilo do animal vivo, com custo médio calculado em R$ 1,68 pelo setor. Os preços estão em queda desde outubro de 2005, quando começou a sobrar carne no mercado interno por causa da crise da febre aftosa.

Tempos difíceis

Boa parte dos criadores de suínos do Paraná está pagando para trabalhar. Os produtores independentes amargam prejuízo de até R$ 50 por leitão. Os donos de criadouros integrados a cooperativas – que recebem pela conversão de ração em carne – tiveram seus lucros reduzidos. Como a ampliação das exportações depende de negociações que podem levar mais de seis meses, o setor se volta para o aumento no consumo interno.

O presidente do sistema Fecomércio, Darci Piana, calcula que o Festival de Carne Suína deve servir 2 toneladas da carne entre hoje e o próximo sábado. Em maio, quando foi realizado o Festival da Tilápia, foi preparada cerca de 1 tonelada de carne do peixe.

Piana aposta no efeito multiplicador da iniciativa e afirma que a ampliação do consumo traz benefício não só aos produtores, mas também ao comércio e ao setor de prestação de serviços, com novas oportunidades de negócios e abertura de empregos.

Serviço: O Festival Gastronômico de Carne Suína oferece almoço de 30 de julho a 4 de agosto, a R$ 16,50 por pessoa, no restaurante-escola do Senac Centro. Endereço: Rua André de Barros, 750, em Curitiba. Mais informações: 0800-6436346.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.