O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, parte neste domingo para uma viagem a cinco países da América Central, liderando uma missão empresarial. Orientado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que busque formas de estreitar as relações do Brasil com Panamá, Costa Rica, Guatemala, El Salvador e Honduras - participantes do Mercado Comum Centro-Americano (MCCA) - o ministro proporá a ampliação dos fluxos de comércio bilaterais.

Furlan também quer identificar oportunidades de investimentos e desenvolver opções de negócios entre o Brasil e os países centro-americanos. Ele espera um acréscimo de intercâmbio entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão para a região e destaca que governo e empresários brasileiros gostariam de aprofundar parcerias na área de biocombustíveis, uma vez que esses países são fortemente dependentes do petróleo.

- A América Central já possui o cultivo de cana-de-açúcar - disse o ministro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]