i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Fim de ano

Gleisi nega risco de apagão aéreo devido à greve

Ela disse confiar nas previsões do ministro da Secretaria de Aviação Civil quanto ao encaminhamento dado pelas empresas aéreas para impedir a paralisação dos aeroportos

  • PorAgência Estado
  • 20/12/2011 15:48

Dois sindicatos de aeroviários fecham acordos com empresas

Dois sindicatos de aeroviários ligados à Força Sindical assinaram, nesta terça-feira (20), acordo trabalhista com o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea). Segundo o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aéreo (Fntta), Uébio José da Silva, os acordos foram fechados pelos sindicatos dos aeroviários do estado do Amazonas e da cidade do Rio de Janeiro.

Leia a matéria completa

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, garantiu nesta terça-feira (20) que, neste final de ano, não haverá apagão aéreo, por causa de greve dos aeroviários. Ela disse confiar nas previsões do ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, quanto ao encaminhamento dado pelas empresas aéreas para impedir a paralisação dos aeroportos.

No entender da ministra, Bittencourt tem acompanhado a movimentação para a manutenção dos voos programados no País. "Nós temos conversado com as empresas e acreditamos que elas estão com programas para atender as pessoas nos aeroportos", afirmou. "Acreditamos que não teremos problemas".

Gleisi Hoffmann falou aos jornalistas, após se reunir, no Senado, com o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). Na sua avaliação, ainda há margem para avançar nas negociações dos sindicatos com as empresas aéreas. "Acreditamos que tudo vai se resolver bem", previu.

Gleisi negou que tenha tratado com Sarney da votação da Desvinculação de Receitas da União (DRU), aprovada nesta terça na Casa, ou de outra matéria de interesse do governo. Ela afirmou que procurou o presidente do Senado para agradecer seu empenho no encaminhamento das votações, sem citar nenhuma das propostas aprovadas este ano.

"Vim fazer uma visita ao senador Sarney, ao Senado, para agradecer o empenho", alegou. "Foi um ano importante e vim aqui trazer o meu agradecimento e o do governo". A ministra negou que Sarney tenha lhe pedido apoio para nomear seu afilhado Allan Kardec Duailibi para a Agência Nacional do Petróleo, quando da saída de Haroldo Lima.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.