i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Governo define no fim do mês se haverá aumento de imposto, diz Meireles

Ele afirmou que espera-se que com a melhora da economia a arrecadação se recupere

    • Agência O Globo
    • 02/08/2016 10:58
     | Ivonaldo Alexandre/Arquivo  Gazeta do  Povo
    | Foto: Ivonaldo Alexandre/Arquivo Gazeta do Povo

    O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse na noite desta segunda-feira (1º) que o governo deve definir se haverá aumento de impostos no fim deste mês. Segundo ele, que está em São Paulo para participar de evento da revista Época Negócios, a ideia é analisar a evolução da arrecadação para então tomar a decisão.

    “Na medida em que há a melhoria da economia espera-se que possa haver também uma recuperação da arrecadação. Mas está um pouco prematuro para tomarmos essa decisão”, disse Meirelles ao chegar no evento.

    Ele também frisou a importância das privatizações para adicionar receita ao governo e auxiliar na manutenção dos impostos.

    A reforma da Previdência, segundo ele, também está sendo esperada para 2017 pela equipe econômica para “tornar viável a proposta do teto dos gastos”.

    Sobre inflação, o ministro disse estar confiante que o índice ficará no centro da meta de 4,5% ao ano em 2017.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.