i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crise

Governo espanhol facilitará intervenção nos bancos

Decreto ainda pode sofrer alterações e o governo deve aprová-lo no conselho de ministros de sexta-feira, dizem jornais do país

  • PorAFP
  • 23/08/2012 05:32

O governo espanhol prepara um decreto que permitirá ao Banco da Espanha intervir nos bancos em dificuldades antes da venda no caso de dúvida sobre a viabilidade, informam os jornais El País e Expansión

O decreto, que ainda pode sofrer alterações e que o governo deve aprovar no conselho de ministros de sexta-feira ou da próxima semana, segundo os jornais, permitirá a Madri atuar em um banco considerado 'não viável'.

A Eurozona concedeu uma linha de crédito a Espanha de até 100 bilhões de euros para recapitalizar os bancos em dificuldades pela exposição à bolha imobiliária.

Em troca, o país se comprometeu a reformar o setor financeiro, em particular reforçar a supervisão. O projeto de lei citado pelos jornais obedece às determinações do bloco.

Segundo os jornais, uma instituição é considerada inviável quando "não é razoavelmente previsível que a entidade possa reconduzir a situação em um prazo de tempo razoável por seus próprios meios, recorrendo aos mercados ou por meio de apoios financeiros, como por exemplo garantias do governo, créditos ou compra de ativos".

O Banco da Espanha exigirá então um plano de saneamento que, se for considerado válido, poderá evitar o pedido de ajuda pública.

Em caso contrário, o Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária (FROB), entrará em ação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.