i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Contas públicas

Efeito coronavírus: governo estima fechar 2020 com rombo de R$ 787,5 bilhões

  • Brasília
  • 22/07/2020 14:04
  • Atualizado em 22/07/2020 às 14:11
A fachada do Ministério da Economia, em Brasília.
A fachada do Ministério da Economia, em Brasília.| Foto: Geraldo Magela/Agência Senado/Geraldo Magela/Agência Senado

O governo federal prevê que vai terminar o ano com um rombo de R$ 787,5 bilhões nas contas públicas. Se confirmado, o valor será o recorde para toda a série histórica medida pelo Tesouro Nacional, iniciada em 1997. O déficit é influenciado pelas ações de combate à Covid-19, que vão ter um impacto de R$ 509,6 bilhões em 2020.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (22) pela Secretária Especial de Fazenda do Ministério da Economia. A projeção de déficit foi feita levando em conta que a economia vai ter uma retração de 4,7% – estimativa para a queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 elaborada pela equipe econômica. Caso o resultado seja ainda pior, o déficit deve aumentar.

Estimativa do déficit piorou com efeito do coronavírus

Até maio, o governo trabalhava com a perspectiva de fechar o ano com um rombo de R$ 540 bilhões. Mas o resultado negativo teve que ser aumentado em R$ 245 bilhões, principalmente por causa da extensão das medidas de combate à Covid-19 e aos seus efeitos na economia.

Entre as medidas implementadas pelo governo nos dois últimos meses, só a extensão do auxílio emergencial de R$ 600 por mais dois meses custará R$ 101 bilhões. O benefício é a maior despesa relacionada ao vírus: ao todo, seu custo será de R$ 254,20 bilhões. Como esse dinheiro não está disponível em caixa, o Executivo tem de se endividar para pagar essa conta.

Também pesou no Orçamento do governo o auxílio que está sendo pago a estados e municípios para compensar as perdas de arrecadação. A equipe econômica está transferindo R$ 60 bilhões aos governos locais, em quatro parcelas. As duas primeiras já foram pagas. Antes, o Executivo já havia disponibilizado cerca de R$ 20 bilhões a prefeitos e governadores.

Para 2020, o Orçamento autorizava o governo a fechar o ano com um rombo máximo de R$ 124,1 bilhões. Porém, em virtude do coronavírus, o Congresso decretou estado de calamidade pública e permitiu que o Executivo federal descumpra a meta e gaste mais para combater a pandemia, sem que haja punição.

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • D

    DIMITRI LEONARDO SANTANA MARTINS DE OLIVEIRA

    ± 0 minutos

    Vai ser mais do que isso, provavelmente. Com o coronavírus à solta, já que pouco ou nada se fez para controlar a pandemia, e com o fim do coronavaucher e do programa de proteção aos empregos, a coisa vai ficar feia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Maquiavel

    ± 1 dias

    Até nossos tataranetos pagarão esta dívida.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Armando

    ± 2 dias

    O dinheiro do agronegócio...não vai pagar nem o cafezinho.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 2 dias

    Nesses bilhões de rombo incluíram o aumento para os militares?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nico Gavelick

    ± 2 dias

    Preparam-se para pagar essa conta. O Brasil se endividou até a eternidade.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Diego

    ± 2 dias

    Lá se foi embora a reforma da previdência.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.