Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Grécia alertou seus credores que ficará sem dinheiro a partir do dia 9 de abril, fazendo um apelo por mais empréstimos antes de reformas que devem ser aprovadas, mas o pedido foi rejeitado, disseram autoridades da zona do euro. O apelo feito por Atenas ocorreu em uma teleconferência de vice-ministros da Fazenda da zona do euro na última quarta-feira (1º), organizada para avaliar quão longe o país ainda estava de cumprir as condições para a liberação de um novo socorro financeiro. No mesmo dia, o ministro grego do Interior, Nikos Voutsis, disse que o país teria de escolher entre pagar 450 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) no dia 9 de abril ou pagar salários e pensões. Ele afirmou que a escolha seria pela última opção. Mais tarde, um porta-voz do governo negou que a Grécia não cumpriria o prazo de pagamento. A Grécia pode obter até 7,2 bilhões de euros em novos empréstimos se implementar reformas, mas Atenas não quer adotar a maioria delas sob alegação de vão contra a promessa de campanha de encerrar as políticas de aperto orçamentário.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]