• Carregando...
Haddad
Ministro da Fazenda, Fernando Haddad.| Foto: Washington Costa/Ministério da Fazenda

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, informou que o governo irá ampliar o programa de incentivo à compra de carros, inclusive para pessoas jurídicas nessa segunda etapa. A informação foi dada em entrevista ao programa da Míriam Leitão.

A decisão do governo em ampliar a linha de crédito veio após a enorme demanda por carros mais econômicos e menos poluentes. O programa de venda de carros com desconto já gastou R$ 420 milhões dos R$ 500 milhões reservados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). O montante representa 84% do total de créditos tributários disponibilizados.

Nesta terça-feira (27), a empresa Volkswagen anunciou a suspensão temporária da produção de carros em suas fábricas no Brasil. De acordo com a empresa, o motivo é a "estagnação do mercado".

O novo programa do governo foi lançado de forma de temporária, no dia 5 de junho deste ano, para baratear o preço dos automóveis no Brasil. O critério para a definição do desconto para carros foi aplicado a veículos com valor de mercado de até R$ 120 mil, resultando em descontos que vão de R$ 2 mil a R$ 8 mil para os carros novos.

As vendas de carros com desconto foram exclusivas para pessoas físicas nos primeiros 15 dias, prazo que pode ser prorrogado por até 60 dias, a depender da resposta do mercado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]