i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Calendário

IBGE manterá pesquisa mensal de emprego em 2015

Pesquisa, que levanta dados do mercado de trabalho nas seis principais regiões metropolitanas do País, seria extinta no próximo ano

  • PorEstadão Conteudo
  • 26/12/2014 15:41

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta sexta-feira, 26, seu calendário de divulgações para 2015. O cronograma do órgão confirmou a manutenção da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) no próximo ano e firmou a data de estreia dos dados mensais da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

A realização da PME em 2015 ainda era uma incógnita. A pesquisa, que levanta dados do mercado de trabalho nas seis principais regiões metropolitanas do País, seria extinta no próximo ano. O plano do IBGE era substituí-la pela Pnad Contínua, criada em 2012 e que abrange todo o País.

Inaugurada este ano, a Pnad Contínua acabou sendo o pivô de uma crise institucional vivida pelo IBGE. Após a segunda divulgação, em abril, a presidente do instituto, Wasmália Bivar, anunciou a suspensão das divulgações devido a questionamentos de parlamentares a respeito de um quesito da pesquisa, sobre a renda domiciliar per capita. As estimativas para cada Unidade da Federação servirão de base para a divisão do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

A decisão de Wasmália suscitou protestos internos e duas diretorias colocaram o cargo à disposição. A crise ainda detonou uma greve de servidores que durou 79 dias, movimento que prejudicou a coleta de pesquisas domiciliares como a PME e a Pnad Contínua.

Com o atraso, ficou a dúvida se a Pnad Contínua ficaria pronta a tempo de substituir a PME como termômetro do mercado de trabalho. O cronograma da pesquisa trimestral para este ano sofreu diversos atrasos. Em mais de uma ocasião, tanto a presidente do IBGE quanto o coordenador de Trabalho e Rendimento do órgão, Cimar Azeredo - responsável pelas pesquisas - garantiram que a PME não seria descontinuada enquanto a Pnad Contínua não tivesse um cronograma consolidado de divulgações.

O anúncio do calendário de 2015 confirmou a realização da PME em todo o ano que vem. A taxa média de desemprego deste ano será conhecida no próximo dia 29 de janeiro. Já a taxa média do ano que vem será anunciada em 28 de janeiro de 2016.

O cronograma ainda trouxe mudanças nas datas da Pnad Contínua. A divulgação dos resultados trimestrais (de 2012 até o 3º trimestre deste ano) para Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação foi adiada de 6 de janeiro para 7 de maio do ano que vem. Serão anunciadas informações como taxa de desocupação e renda para cada um dos Estados. Até o momento, nenhum dado desagregado por região é conhecido no âmbito da Pnad Contínua.

Antes disso, em 26 de fevereiro de 2015, o IBGE divulga as informações sobre renda domiciliar per capita referentes a 2014. A data é a mesma do encaminhamento desses dados ao Tribunal de Contas da União (TCU), de modo que sejam usadas para o rateio do FPE, conforme definido pela Lei Complementar nº 143, de julho de 2013, a entrar em vigor em 2016.

Já no dia 12 de março, o IBGE começa a divulgar os resultados mensais da Pnad Contínua - Brasil. Serão anunciadas informações sobre as populações (em idade de trabalhar, na força de trabalho - ocupada ou desocupada - e fora da força de trabalho), taxa de participação, taxa de desocupação, rendimento médio real e massa de rendimentos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.