i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
game

Inteligência artificial é desafiada a aprender a jogar Minecraft

Projeto da Microsoft quer utilizar game para testar e desenvolver programas inteligentes

  • PorRafael Waltrick
  • 16/03/2016 15:15
Desenvolvedora do Minecraft foi comprada pela Microsoft no ano passado por US$ 2,5 bilhões | Microsoft/Divulgação
Desenvolvedora do Minecraft foi comprada pela Microsoft no ano passado por US$ 2,5 bilhões| Foto: Microsoft/Divulgação

Para muitos pais pouco familiarizados com o universo dos videogames, o Minecraft é um fenômeno difícil de compreender. Um jogo com gráficos pobres e quadrados e sem um objetivo aparente, mas capaz de hipnotizar crianças e adolescentes que se revezam entre os controles e os milhares de vídeos do game no YouTube, postados por jovens celebridades como o londrinense Rezende Evil.

No entanto, o popular jogo que mistura construção de ambientes com exploração, lembrando uma espécie de “Lego virtual”, tem muito mais a oferecer do que parece aos olhos de estranhos. A Microsoft anunciou nesta semana um novo projeto, chamado de AIX, em que pesquisadores da empresa vão utilizar o jogo para desenvolver e testar programas de inteligência artificial.

Sistema do Google vence torneio histórico entre homem e máquina

Companhia assegura ter criado uma nova forma de inteligência artificial (AI) com pensamento “intuitivo”

Leia a matéria completa

Na prática, o AIX é uma plataforma de desenvolvimento de softwares que os cientistas da empresa vão usar para criar personagens dentro do game que farão o mesmo que um jogador comum: criar construções, explorar os ambientes e combater monstros. A diferença é que esses personagens serão movidos pela inteligência artificial.

O projeto está sendo conduzido por cinco cientistas de computação da Microsoft. A intenção não é programar o personagem para que ele faça ações básicas de forma automática dentro do Minecraft, mas sim treinar a inteligência artificial para que ela aprenda, por si só, como fazer coisas simples dentro do ambiente do jogo, incluindo escalar os blocos ou levantar construções.

Assim, o desafio dos pesquisadores será fazer com que esses personagens se comportem como o avatar comandado por um humano, que dá de cara com o jogo pela primeira vez, sem nem sequer conhecer os comandos.

“Nós estamos tentando programar a inteligência artificial para aprender, em vez de programá-la para fazer tarefas específicas”, diz em nota divulgada pela Microsoft Fernando Diaz, um dos pesquisadores.

Ferramenta

A intenção da Microsoft – que comprou a desenvolvedora do Minecraft ano passado por US$ 2,5 bilhões – é passar a disponibilizar a plataforma AIX para outros pesquisadores e cientistas de instituições públicas e privadas ao redor do mundo.

A previsão é que nos próximos meses a AIX comece a ser disponibilizada por meio de uma licença com código aberto – o que permite a desenvolvedores fazer suas próprias alterações e incrementos.

“O Minecraft é a plataforma perfeita para este tipo de pesquisa porque oferece um mundo muito aberto”, relata a desenvolvedora da Microsoft e responsável pela AIX, Ktja Hofmann. “Você pode fazer um modo de sobrevivência, fazer ‘batalhas de construções’ com seus amigos, pode dar cursos, implementar seus games próprios. Isto é realmente excitante para inteligência artificial porque permite a nós criar games que vão além da capacidade atual”, completa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.