i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Gênova

Itália continua em situação de emergência por fortes chuvas

Forte chuva já deixou uma pessoa morta e afeta, principalmente, Gênova, onde várias regiões foram evacuadas

  • PorEFE
  • 11/10/2014 07:08

A Itália continua em "situação de emergência" neste sábado pela forte chuva, que já deixou uma pessoa morta e que afeta, principalmente, Gênova, onde várias regiões foram evacuadas e o comércio permanece fechado.

"Ainda estamos em situação de emergência. As previsões não são encorajadoras. O acúmulo de água por precipitações é impressionante, há zonas onde se chegou aos 700 milímetros, enquanto a média anual que deixam as precipitações em nosso país é de 1.000 milímetros ", informou o chefe da Defesa Civil italiana, Franco Gabrielli, em entrevista coletiva.

Perguntado sobre o grau de responsabilidade do governo e das autoridades italianas na gestão desta crise, Gabrielli respondeu que "não é momento para polêmicas".

"Depois quantificaremos os danos e repartiremos responsabilidades, mas agora a prioridade é a gestão da emergência e o atendimento aos cidadãos que estão vivendo esta situação", disse.

A Agência Regional de Proteção do Meio Ambiente (Arpal) mantém para este sábado a qualificação de "alerta máximo", enquanto a Defesa Civil pede aos cidadãos não sair de casa e restringir o uso do automóvel. A forte água também arrastou contêineres e movimentou, inclusive, alguns carros.

"Temos que ser muito claros, Gênova é uma cidade delicada e todas as estruturas da Defesa Civil devem se voltar agora para a resolução desta situação", concluiu Gabrielli.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.