Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

As obras do Shopping Catuaí, em Cascavel, foram embargadas pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, que aceitou recurso do Ministério Público Federal (MPF) contra a decisão de primeira instância que liberou a construção sem um laudo conclusivo que ateste a inexistência de riscos ambientais. A empresa BR Malls, dona do empreendimento, informou que ainda não foi notificada oficialmente da decisão e, por isso, não se manifestou.

Em caso de desobediência à ordem judicial, a empresa terá de pagar multa diária de R$ 50 mil. A multa se estende também à Proeste Empresas Reunidas do Oeste do Paraná, antiga dona do imóvel.

O MPF recorreu da decisão da Justiça Federal por entender que a construção do shopping ocorre em uma área de fundo de vale, com várias nascentes que formam a bacia do rio Cascavel, responsável por 70% do abastecimento de água na cidade. O órgão também constatou irregularidades que não foram observadas no Estudo de Impacto de Vizinhança. Há duas semanas dois executivos da BR Malls participaram da reunião semanal da Associação Comercial e Industrial de Cascavel e informaram que o grupo tinha todas as licenças necessárias.

Empreendimento

O Shoping Catuaí é o maior empreendimento imobiliário no momento em Cascavel. Com investimento de R$ 300 milhões, a previsão é de gerar dois mil empregos diretos. A área de lojas terá 30 mil metros quadrados com mais de 190 estabelecimentos. Além disso, o espaço abrigará dois restaurantes, cinemas, academia, praça de alimentação e agências bancárias. Cascavel é a terceira cidade paranaense a ter uma unidade do Shopping Catuaí. Outras duas já existem nas cidades de Maringá e Londrina.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]