Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Receita Federal do Brasil (RFB) deve apertar o cerco a contribuintes pessoas físicas suspeitos de fraudes contra o Imposto de Renda. Até o fim deste ano, 8 mil contribuintes receberão a visita de fiscais da Receita e 500 mil pessoas que caíram na malha fina poderão ser convocadas a prestar esclarecimentos. A RFB espera arrecadar até R$ 6,4 bilhões em imposto atrasado, multa e juros desses contribuintes. O coordenador-geral de Fis­calização da Receita, Antonio Zomer, anunciou ontem que 2 mil contribuintes serão autuados a partir de hoje até o fim de abril, período em que o Fisco está recebendo a declaração do Imposto de Renda de 2011.

Tradicionalmente, o Leão anuncia ações de fiscalização nessa época como forma de intimidar contribuintes que planejam fraudar a declaração, seja omitindo rendimentos ou apresentando despesas inexistentes. "Queremos causar a sensação de risco no contribuinte que se comporta desta maneira", afirmou Zomer.

Os contribuintes escolhidos apresentaram algum tipo de irregularidade nas declarações do ano-base 2008. São principalmente pessoas com alta renda, como empresários, sócios e administradores de empresas com indícios de sonegação. Entre as fraudes que serão analisadas de forma mais atenta estão grandes executivos que receberam remuneração disfarçada sob a forma de previdência privada, uma novidade em relação às fiscalizações dos últimos anos. Profissionais liberais que aplicam em bolsa de valores, grandes produtores rurais, executivos de grandes empresas e contribuintes com gastos elevados de cartão de crédito também estarão na mira. A Receita Federal no Paraná não soube informar quantos destes contribuintes são paranaenses e aguarda o envio dos dados de Brasília.

A RFB informa ainda que, caso realizem a autorregularização, os contribuintes poderiam recolher as diferenças ao IRPF sob forma de juros, com multa limitada a 20% do valor. Já aqueles que forem intimados estarão sujeitos a multas de 75% a até 150% do valor, em caso de fraude confirmada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]