O Ministério de Minas e Energia adiou em cinco dias o leilão de compra de energia existente, chamado de leilão "A". Marcado para o próximo dia 25, agora será realizado dia 30. A decisão foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial da União. A oferta de energia para as distribuidoras deverá começar a partir de 1.º de maio e terminar em 31 de dezembro de 2019.

A assessoria do Ministério de Minas e Energia informou que o objetivo do adiamento da data foi permitir a melhor operacionalização do leilão. E explicou que também foram prorrogados os prazos para que as empresas que vão participar do certame apresentem as garantias e documentos necessários sem alterar o início do suprimento de energia.

A realização do leilão em tão curto espaço de tempo foi uma das medidas adotadas pelo governo para tentar minimizar as dificuldades de abastecimento de energia no país e também reduzir os preços no mercado de curto prazo.

O prazo para que as usinas termelétricas que querem participar do leilão apresentem documento demonstrando o interesse, que venceu ontem, foi prorrogado para o próximo dia 10. Já a consulta pública da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) à proposta de edital da licitação termina na próxima segunda-feira de manhã.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]