Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Copel registrou lucro líquido de R$ 583 milhões no primeiro trimestre de 2014, de acordo com balanço divulgado ontem à noite. O valor é 46,2% superior ao obtido no mesmo período do ano passado (R$ 398,6 milhões). Já a receita operacional líquida da companhia cresceu 28,1% entre janeiro e março deste ano, passando de R$ 2,38 bilhões em 2013 para R$ 3,05 bilhões agora.

Segundo dados do balanço, o bom resultado foi influenciado, principalmente, por dois fatores: o aumento de 19,6% na receita de fornecimento de energia devido ao reajuste tarifário ocorrido em junho de 2013 e o acréscimo de 52,9% na receita de suprimento de energia, por causa da variação do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) e da receita da venda de energia produzida pela usina termelétrica de Araucária.

Já os custos e despesas operacionais da companhia cresceram 27,6% ao final de março deste ano, atingindo R$ 2,4 bilhões contra R$ 1,88 bilhão registrado no mesmo período do ano passado. O resultado foi impactado pelo aumento de 16,7% nas despesas com energia comprada para revenda. O balanço informa que essa despesa foi ressarcida pelo recebimento de R$ 833,7 milhões repassados pelo governo federal via Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (indicador conhecido no mercado como Ebitda, na sigla em inglês, ou Lajida, em português) foi de R$ 858,5 milhões – 29,12% superior ao apresentado entre janeiro e março de 2013. O Ebitda é um indicador de fluxo de caixa das empresas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]