i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
E-commerce

Maioria das vítimas de fraudes online entrega cadastro “de graça” para golpistas

  • PorPatrícia Basílio, especial para a Gazeta do Povo
  • 25/08/2019 18:00
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay| Foto:

Com a evolução do varejo online, o zelo com os documentos e as informações bancárias não pode se limitar às transações físicas. E o motivo é preocupante: 40% das vítimas de fraudes no Brasil cadastraram seus dados pessoais em sites falsos de promoção — principal causa de golpes virtuais dos últimos 12 meses, seguida por inscrições em vagas de emprego mentirosas (39%) e compras em sites falsos (22%). Os dados são de pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojista) e SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

No último ano, 8,9 milhões de brasileiros foram vítimas de fraudes virtuais, sendo que a maior parte dessas ocorrências (41%) está ligada à clonagem de cartão de crédito. “O comércio eletrônico tem crescido consistentemente no Brasil por uma combinação entre diversidade, preços competitivos, comodidade e segurança nos mais diversos segmentos de consumo. Entretanto, muitas pessoas não tomam os cuidados necessários nas transações online, o que contribui para que sejam enganadas”, alerta José César da Costa, presidente da CNDL.

Na avaliação do executivo, os golpes virtuais são geralmente caracterizados por produtos vendidos por valores abaixo da média do mercado, como uma armadilha para o consumidor inserir os dados do cartão de crédito ou  pagar um boleto bancário falsificado. “Oito em dez consumidores acreditam que podem sofrer algum tipo de fraude no decorrer da vida, seja fisicamente ou pela internet”, acrescenta Costa.

Mas os consumidores não são os únicos prejudicados com as fraudes. Os lojistas também perdem margem de lucro e correm risco de falência com as vendas invalidadas. Estudo divulgado este mês pela Konduto, startup paulista que desenvolve soluções antifraude, aponta que 2,2% dos 128 milhões de pedidos de compras avaliados pela empresa em 2018 foram tentativas de compras ilegítimas, ou seja: golpes.

Vídeos pornográficos são preferência dos fraudadores

Na lista de preferência do fraudadores estão conteúdo adulto (27,53%) — como vídeos pornográficos —, eletrônicos e smartphones (25,64%), armas de brinquedos (23,34%), cartões pré-pagos (22,78%) e joias (15,56%). As marcas, por sua vez, são as líderes de vendas de cada categoria para que os golpistas possam comercializar os produtos com mais facilidade e maior liquidez no mercado negro.

“Durante o processo da fraude, muitos criminosos utilizam o sistema de pagamentos de lojas virtuais menores ou até mesmo de ONGs para saber se um cartão clonado ainda pode ser usado. O fraudador faz uma transação de baixo valor, que não levanta a suspeita do banco e nem é notificada ao portador do cartão, e ali descobre se os dados são válidos ou não”, explica Tom Canabarro, cofundador da startup.

O estudo “Censo da Fraude” mostra também que a cada 10 mil tentativas de compras online fraudulentas no Brasil, 4 mil têm origem no estado de São Paulo. Na sequência aparecem Rio de Janeiro (9,77%), Minas Gerais (8,15%) e Bahia (5,36%). “São Paulo é líder em risco de golpes porque é responsável por mais de um terço das vendas online de todo o Brasil”, justifica Felipe Held, diretor da Konduto.

Na divisão por região, o Sudeste (60%) tem folga na liderança por causa de São Paulo, seguido por Nordeste 17,16%, Centro-Oeste (2,61%), Norte (3,39%) e Sul (1,31%). “Sul concentra o menor índice, mas as tentativas golpe têm relevância. A região concentra cerca de 13% da população brasileira e é responsável por quase 10% das tentativas de fraude em pagamentos digitais no Brasil”, analisa.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    Dionisio Francisco Grabowski

    ± 7 horas

    O que falta é uma fiscalização severa do governo contra todas essas firmas online no Brasil,separar o joio do trigo com penas severas no CPF e CNPJ delas impedindo de reabrir e colocar na cadeia,não ser considerado um crime menor onde esse ladrão entra por uma porta e sai por outra na delegacia. Pede -se portanto a criação no.ministerio da justiça deste órgão que pelo.jeito ou está capenga,engolindo bolas,ou é corrupção neste órgão mesmo,precisa rever está diretoria em Brasília.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Mário

      ± 10 horas

      Todo o avanço online facilitou demais o nosso dia a dia, porem os cuidados precisam ser redobrados. O grande problema que existe ainda hoje é não passar dados pessoais mas existem incautos que caem na cilada. O sistema que vigora nos países avançados é o desaparecimento total dos cartões físicos. Os pagamentos são realizados com cartões virtuais que desaparecem em 24 horas e com o uso do celular para compras.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • W

        Waldemiro

        ± 15 horas

        SP..eh o mair centro consumidor do brasil....não eh atoa que seja o principal alvo.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        Fim dos comentários.