i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Moeda

Mercado mantém movimento de ajuste e dólar fecha em alta

A moeda norte-americana subiu 0,36 por cento e foi cotada a 1,951 real no fechamento

  • PorO Globo Online
  • 23/05/2007 14:09

Investidores continuaram ajustando posições no mercado de câmbio nesta quarta-feira, na esteira da realização de lucros nas principais bolsas de valores, e fizeram o dólar ter leve alta pelo segundo dia.

A moeda norte-americana subiu 0,36 por cento e foi cotada a 1,951 real no fechamento.

Após certo fôlego pela manhã, Wall Street e a Bolsa de Valores de São Paulo passaram a recuar. Nos Estados Unidos, o peso veio do setor de tecnologia e de comentários do ex-chairman do Federal Reserve Alan Greenspan de que teme uma "contração drástica" das ações chinesas após o recente rali.

"Não teve nenhuma notícia específica aqui que chamasse atenção. As bolsas viraram e o câmbio acompanhou como um pretexto para realização", avaliou o gerente de câmbio de um banco estrangeiro, que não quis ser identificado.

Ele destacou que muitos bancos mantinham fortes posições vendidas -apostando na baixa do dólar- e aproveitaram para reduzir parte dessas apostas.

Mas o gerente lembrou que a tendência ainda é de queda do dólar, "em função de fluxo de entrada, cenário positivo, bons fundamentos e os upgrades (de rating) do Brasil".

O risco-país atingiu nova mínima histórica nesta sessão, a 135 pontos-básicos sobre os Treasuries, como um sinal de confiança do investidor externo no país.

Perto do fechamento, o Banco Central fez um leilão de compra de dólares no mercado à vista e aceitou cerca de 7 propostas, segundo operadores consultados pela Reuters.

De acordo com José Roberto Carreira, gerente de câmbio da corretora Novação, a atuação do BC também foi um pretexto para o dólar subir, especialmente na segunda etapa dos negócios. Na máxima do dia, a moeda chegou a 1,954 real.

"O pessoal puxou para vender para o BC mais caro, mas ele não comprou muito. Tanto que depois (do leilão), o dólar voltou um pouco", afirmou o gerente.

Há quase uma semana, a autoridade monetária não realiza leilão de swap cambial reverso e nos últimos leilões de compra no mercado à vista tem aceitado, em média, menos de 10 propostas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.