i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Campanha salarial

Metalúrgicos decidem aprovar convenção coletiva

  • Por
  • 13/12/2006 17:59

Foi aprovada em assembléia na noite de ontem a proposta de reajuste salarial para os metalúrgicos de Curitiba e região, oferecida pelo Sindicado da Indústria Metal Mecânica do Paraná (Sindimetal/PR), que representa cerca de 3,6 mil empresas do setor no estado. Aproximadamente 8 mil trabalhadores aceitaram fechar acordo com as empresas e receberão 5% de aumento em fevereiro de 2007, abono de 14% do valor do salário, a ser pago em três vezes, além de elevação de 7% no piso salarial. Com a aprovação, falta apenas a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho pelas duas entidades sindicais – o Sindimetal/PR e o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC). A proposta foi mediada pelo Ministério Público do Trabalho, a pedido do sindicato patronal, uma vez que o SMC rompeu as negociações com o Sindimetal.

O reajuste colocado ontem em votação, no entanto, só vale para cerca de 8 mil trabalhadores, já que os outros 27 mil já foram beneficiados com 93 acordos fechados diretamente com as empresas, fruto do chamado "arrastão de greves" promovido pelo SMC nas últimas semanas. A campanha salarial promovida pela entidade começou há cerca de um mês. A data-base para reajuste da categoria é o dia 1.º de dezembro.

Em nota divulgada à imprensa, o presidente do SMC, Sérgio Butka, afirmou que a convenção não põe fim à tentativa de fechar novos acordos. "Mesmo com essa proposta de conciliação sendo aceita, o Sindicato vai continuar lutando onde o trabalhador estiver mobilizado, em busca de acordos coletivos de trabalho que oferecem condições melhores que as da convenção", afirmou.

Assim, o impasse entre o SMC e o sindicato patronal pode ainda não ter chegado ao fim. O presidente do Sindimetal/PR, Roberto Karam, diz que os trabalhadores podem, sim, reivindicar itens que não constam da convenção, como cestas básicas ou Participação nos Lucros e Resultados (PLR). "Mas ir na empresa e tentar mudar aquilo que está assinado na convenção nós estranhamos muito. Se for assim, qual é a validade da convenção assinada?", questiona Karam. O presidente do SMC, Sérgio Butka, não foi encontrado para comentar o assunto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.