i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Impostos

Miriam: redução de ICMS de energia é discussão do país

Ela reconheceu que as alíquotas de ICMS são elevadas, mas ponderou que a questão deve ser debatida no âmbito do Confaz

  • PorAgência Estado
  • 22/08/2011 09:12

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse nesta segunda-feira que uma eventual redução da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente sobre as contas de luz é uma discussão que deve envolver todo o país e não apenas o governo federal. Ela reconheceu que as alíquotas de ICMS são elevadas, mas ponderou que a questão deve ser debatida no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão que reúne as secretarias estaduais de Fazenda de todo o País.

"É preciso ver como trabalhar, porque haveria uma redução de ICMS, mas que poderia ser compensada com o aumento da produção e o maior uso da energia", afirmou a ministra em entrevista coletiva, após participar do seminário "Hidrelétricas: as necessidades do país e o respeito à sustentabilidade", organizado pela revista CartaCapital, em São Paulo.

Sobre a solução para as concessões do setor elétrico que vencem em 2015, que poderia ser uma alternativa para a redução do custo da energia, a ministra afirmou que a questão está sendo discutida no âmbito do governo e que, proximamente, a presidente Dilma Rousseff deve anunciar uma solução para o tema. No entanto Miriam não informou quando isso deve ocorrer.

"Como vencem apenas em 2015, ainda temos muito tempo para isso", afirmou a ministra, que preferiu não antecipar se o governo irá renovar ou licitar as concessões. Miriam disse que é uma preocupação do governo federal a modicidade tarifária e que qualquer solução levará em conta este critério, beneficiando o consumidor. "A modicidade tarifária estará no topo das prioridades", completou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.