i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Classificação

Moody’s reafirma rating da Petrobras, com perspectiva estável

    • Estadão Conteúdo
    • 27/04/2015 20:31

    A agência de classificação de risco Moody’s reafirmou todos os ratings da Petrobras, inclusive o rating senior não garantido em Ba2. O perfil de risco de crédito individual (BCA) foi mantido em b2. A perspectiva é estável.

    Segundo a Moody’s, a ação de rating conclui a revisão para rebaixamento e reflete a publicação do balanço auditado, na semana passada. “A revisão se focou sobre as pressões de liquidez, que poderiam ter se elevado caso a empresa tivesse falhado em entregar o balanço anual auditado”, disse em nota a agência.

    A agência também reafirmou o rating da Petrobras Argentina S.A, mas manteve sua perspectiva em negativa.

    “Os ratings da Petrobras têm perspectiva estável, o que reflete a expectativa da Moody’s de que as condições financeiras e operacionais da empresa não devem mudar muito no curto e médio prazo”, disse a agência. “A Moody’s estima que a performance financeira irá declinar em 2015 antes de começar a melhorar, conforme a recuperação dos preços de petróleo, mudanças no gerenciamento das operações e venda de ativos começarem a afetar as métricas de crédito.

    A Moody’s afirmou ainda que o rating atual da Petrobras reflete os desafios da empresa relacionados às investigações de corrupção em andamento. Segundo a agência, novos fatos negativos importantes em relação às investigações podem levar a um corte no rating da empresa, bem como a “reaparição de pressões significativas de liquidez”.

    A agência afirmou ainda que o rating da Petrobras pode ser sensível a uma eventual mudança no rating do Brasil. Outro aspecto destacado pela agência é que o rating também pode mudar em função da avaliação da Moody’s sobre a força do apoio dado pelo governo brasileiro à empresa.

    Com a ação, a Moody’s se torna a terceira agência de rating a se posicionar após a divulgação do balanço auditado da Petrobras, que aconteceu na semana passada. A Fitch reafirmou o rating da empresa em BBB-, e revisou a perspectiva para negativa. Já a S&P afirmou que sua avaliação da Petrobras (BBB-, perspectiva negativa) não foi afetada no curto prazo pela publicação do balanço.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.