i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
lista

Os 70 maiores e-commerces do Brasil

Maiores comércios eletrônicos do país faturaram R$ 33,584 bilhões em 2016 e responderam por 75,64% das vendas on-line

  • PorDa Redação
  • 05/10/2017 16:21
 | Hugo HaradaGazeta do Povo
| Foto: Hugo HaradaGazeta do Povo

Os 70 maiores e-commerces do Brasil faturaram R$ 33,584 bilhões no ano passado, o equivalente a 75,64% das vendas totais do comércio eletrônico naquele ano. A metade deles cresceu mais do que o próprio setor, que em 2016 registrou a menor taxa de expansão da década, ao elevar as vendas em apenas 7,4%. 

Os dados fazem parte da pesquisa “Os 70 maiores e-commerces do Brasil”, realizada pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). A pesquisa está na terceira edição e, neste ano, passou a incluir 70  empresas e não somente 50, como nos anos anteriores. O ranking é feito com base no faturamento dos e-commerces.

Das 70 empresas presentes na listas, 20 são empresas que atuam exclusivamente on-line. Dessas, duas estão entre as cinco primeiras colocadas (B2W e Privalia) e quatro entre as “top 10” (B2W, Privalia, Netshoes e GFG). As outra 50 empresas do ranking tem lojas físicas e e-commerces, mas somente o faturamento das vendas on-line contaram para a pesquisa. 

Os setores de atuação das empresas presentes no ranking vão desde áreas de nicho, como moda, bebidas e informática, até aqueles que vendem de tudo, caso dos gigantes do setor, como as líderes B2W e Via Varejo. No caso de quem vende de tudo, normalmente trata-se de um marketplace, ou seja, uma loja virtual que aceita que terceiros anunciem em seu site. 

Conheça os 70 maiores e-commerces do Brasil por faturamento em 2016, segundo ranking da SBVC:

  1. B2W Digital (Americanas/Submarino) - R$ 10,520 bilhões
  2. Via Varejo (Casas Bahia/Pontofrio)- R$ 2,906 bilhões
  3. Magazine Luiza - R$ 2,671 bilhões
  4. Privalia- R$ 2,519 bilhões
  5. Máquina de Vendas (Ricardo Eletro)- R$ 2,250 bilhões
  6. Grupo Netshoes - R$ 2,200 bilhões
  7. Dell - R$ 1,075 bilhão
  8. Fast Shop - R$ 969 milhões
  9. GFG (Dafiti) - R$ 884 milhões
  10. Polishop - R$ 720 milhões
  11. Saraiva - R$ 605 milhões
  12. Walmart Brasil - R$ 554 milhões
  13. Grupo Herval - R$ 450 milhões
  14. Mobly - R$ 382 milhões
  15. Wine.com - R$ 375 milhões
  16. Ultrafarma - R$ 347 milhões
  17. Lojas Colombo - R$ 323 milhões
  18. Web Fones - R$ 300 milhões
  19. Comper Supermercados - R$ 242 milhões
  20. Panvel Farmácias - R$ 205 milhões
  21. Madeira Madeira - R$ 200 milhões
  22. Multi-Ar - R$ 195 milhões
  23. Novo Mundo - R$ 183 milhões
  24. Lojas Renner - R$ 181 milhões
  25. Grupo Soma de Moda (animale/Farm) - R$ 167 milhões
  26. Icomm Group (oqvestir) - R$ 160 milhões
  27. Grupo Boticário - R$ 134 milhões
  28. Livraria Cultura - R$ 117 milhões
  29. Lojas KD - R$ 106 milhões
  30. Grupo Trendfoods (Chinainbox) - R$ 103 milhões
  31. Arezzo - R$ 102 milhões
  32. Evino - R$ 100 milhões
  33. Muffato - R$ 85 milhões
  34. Zona Sul Supermercados - R$ 84,4 milhões
  35. Rockstore - R$ 84,3 milhões
  36. Drogaria Onofre - R$ 84 milhões
  37. Época Cosméticos - R$ 69 milhões
  38. Eletrozema - R$ 68 milhões
  39. Lojas Marisa - R$ 66 milhões
  40. Angeloni - R$ 65 milhões
  41. Netfarma - R$ 64 milhões
  42. Gallerist - R$ 55 milhões
  43. Ri Happy/PBKids - R$ 47 milhões
  44. Arcacenter - R$ 46 milhões
  45. Raia Drogasil - R$ 42 milhões
  46. Cia Hering - R$ 37 milhões
  47. eÓtica - R$ 36 milhões
  48. Sabor de Viver (Danone) - R$ 34 milhões
  49. Polo Ar - R$ 34 milhões
  50. Carmen Steffens - R$ 32 milhões
  51. Reserva - R$ 25 milhões
  52. Inbrands (Ellus, Richard, Bobstore) - R$ 23 milhões
  53. Sunglass Hut - R$ 22,7 milhões
  54. Giraffas - R$ 22,5 milhões
  55. Men´s Market - R$ 21 milhões
  56. Decathlon - R$ 20,8 milhões
  57. Gripo Trigo - R$ 20,6 milhões
  58. Telhanorte - R$ 20 milhões
  59. Alpargatas - R$ 17 milhões
  60. Havan - R$ 16 milhões
  61. Le Postiche - R$ 15 milhões
  62. Grupo Paquetá - R$ 13 milhões
  63. Terra dos Passáros - R$ 10 milhões
  64. Lojas Lebes (Drebes & Cia) - R$ 10 milhões
  65. Petz - R$ 9 milhões
  66. Mambo - R$ 8 milhões
  67. Chilli Beans - R$ 7 milhões
  68. Pontal - R$ 1,4 milhão
  69. Todimo - R$ 1,3 milhão
  70. Lupo - R$ 1 milhão
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.