i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Carros elétricos

Pelo Twitter, Elon Musk sugere fechar o capital da Tesla e ações da empresa disparam

Desde o IPO (oferta inicial de ações) da Tesla, em 2010, as ações da empresa valorizaram mais de 2.000%

    • Folhapress, com informações da redação
    • 07/08/2018 15:43
    Elon Musk, CEO da Tesla, fabricante norte-americana de carros elétricos. | ROBYN BECK/AFP
    Elon Musk, CEO da Tesla, fabricante norte-americana de carros elétricos.| Foto: ROBYN BECK/AFP

    O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, afirmou nesta terça-feira (7) que considera tirar a fabricante de veículos elétricos da Bolsa. Horas depois, o CEO da fabricante norte-americana de carros elétricos detalhou seus planos em um comunicado publicado no site da empresa, ressaltando que “uma decisão ainda não foi tomada”.

    “Estou pensando em fechar o capital da Tesla em US$ 420 (cerca de R$ 1.570,38, na cotação de hoje). Financiamento garantido”, escreveu Musk em sua conta no Twitter às 13h48 (horário de Brasília).

    Como esperado, as ações saltaram logo após a declaração de US$ 356,53 (R$ 1.338,41) para US$ 371,15 (R$ 1.393,3). Musk detém 20% da Tesla. Às 14h (horário de Brasília), as ações da empresa subiam 5,87%, para US$ 362,06. No ano, os papéis acumulam alta de 16%.

    O executivo tem um histórico de tuítes erráticos, e a empresa não respondeu imediatamente a pedidos de comentário da agência Reuters. Em valor de mercado, a Tesla vale US$ 61,3 bilhões (R$ 229,9 bilhões).

    Se a ação chegar a US$ 420, representaria uma alta de 22,6% ante o valor dos papéis no fechamento do último pregão (US$ 341,99) e elevaria o valor da empresa para cerca de US$ 72 bilhões (R$ 269,86 bilhões). Desde o IPO (oferta inicial de ações), em junho de 2010, as ações da Tesla se valorizaram 2.020,98% — no mesmo período, o índice de tecnologia Nasdaq cresceu 225,15%.

    No texto publicado no site da Tesla, Musk explica os entraves que a operação com capital aberto implica e o que mudaria com o capital fechado:

    “Como uma empresa listada publicamente, estamos sujeitos a grandes oscilações no preço de nossas ações, o que pode ser uma grande distração para quem trabalham na Tesla, todos eles acionistas. Isso também nos sujeita ao ciclo de resultados trimestrais que coloca uma enorme pressão sobre a Tesla para tomar decisões que podem ser adequadas para um determinado trimestre, mas não necessariamente corretas no longo prazo. Finalmente, como uma das ações mais negociadas em curtos períodos da história do mercado de ações, ser uma empresa aberta significa que há muitas pessoas com incentivos para atacar a empresa.”

    Ele diz que a decisão será tomada pelos acionistas e que se o processo terminar da maneira que Musk espera, “uma Tesla privada seria, em última instância, uma enorme oportunidade para todos nós”.

    Musk é o 31.º homem mais rico do mundo, de acordo com a Bloomberg, com uma fortuna estimada em US$ 24,4 bilhões (R$ 97,5 bilhões).

    LEIA TAMBÉM:Redução do IPI é mais um passo para colocar um carro elétrico na sua garagem

    Segundo jornal britânico Financial Times, o fundo soberano da Arábia Saudita, supervisionado pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, adquiriu uma participação na Tesla não revelada entre 3% a 5%.

    As polêmicas de Musk no Twitter

    Polêmicas são a tônica da vida de Musk. O executivo ocupou as manchetes nos últimos meses em três episódios diferentes. 

    Em junho, anunciou que a montadora de carros elétricos Tesla fora sabotada por um de seus funcionários, provocando prejuízos milionários. O suspeito, segundo Musk, alterou o código de programação do sistema de produção e enviou informações sigilosas da empresa para terceiros. 

    No começo de julho, se ofereceu para ajudar no resgate dos garotos presos em uma caverna na Tailândia. Entre as ideias estava cavar um túnel (uma de suas empresas é especializada nisso) ou usar um minissubmarino construído pela SpaceX, sua empresa espacial. Descartada, a proposta desembocou em um bate-boca pelas redes sociais com um dos mergulhadores que participou do salvamento.

    Dias depois, em meio à guerra comercial entre China e Estados Unidos, anunciou um acordo com o governo chinês para construir em Xangai a primeira fábrica da Tesla fora do território americano.

    LEIA TAMBÉM:No vácuo do Airbnb, rivais têm aluguel “por recorrência” e foco em moradia

    Se for adiante, a montadora deve começar a produzir daqui a três anos, mas dados financeiros não foram revelados, deixando analistas céticos sobre a empreitada.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.