i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Petróleo

Petrobrás anuncia viabilidade comercial de campo gigante

  • Por
  • 28/12/2005 19:40

Rio (AE) – A Petrobrás anunciou ontem a viabilidade comercial de um novo campo gigante de petróleo ao sul da Bacia de Campos. Segundo comunicado de comercialidade da área, enviado ontem à Agência Nacional do Petróleo (ANP), o campo BC-20, ou Papa-Terra, descoberto em 2003, tem reservas potenciais entre 700 milhões e 1 bilhão de barris de óleo, ou o equivalente a quase 10% das reservas nacionais somadas.

A área é operada pela Petrobrás, com 62,5% da concessão adquirida em 1998, em parceria com a Chevron (37,5%). A expectativa da estatal é que o novo campo possa começar a produzir no final de 2011. O campo tem óleo considerado bastante pesado, com grau API (avaliação internacional que mede a leveza do óleo) variando entre 14 e 17 (quanto mais próximo de 50, mais leve). A desvantagem deste óleo é que ele tem custo mais elevado de extração e refino, além de ser desvalorizado no mercado internacional.

Para o diretor do Centro Brasileiro de Infra-Estrutura (CBIE), Adriano Pires, entretanto, a declaração de comercialidade do campo está em linha com os projetos da Petrobrás para o melhor aproveitamento do óleo pesado encontrado na costa brasileira, especialmente ao sul da Bacia de Campos.

A estatal vem fazendo investimentos de US$ 2 bilhões para adaptar suas refinarias para o processamento deste óleo pesado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.