i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Educação continuada

Autoconhecimento para definir a hora de fazer uma pós

  • Por
  • 06/02/2010 21:11
A vaga de trainee foi conquistada por Fabrício Lopes por ser o único candidato a ter uma pós | Priscila Forone/Gazeta do Povo
A vaga de trainee foi conquistada por Fabrício Lopes por ser o único candidato a ter uma pós| Foto: Priscila Forone/Gazeta do Povo
  • Veja para quem é indicado o MBA, mestrado e especialização

Saber conciliar os estudos com a experiência profissional é a melhor maneira de se preparar para novos desafios na carreira. Mas, segundo especialistas, não existe uma fórmula pronta para definir o momento ideal de fazer um curso de pós-graduação. Cada um deve saber identificar a sua hora certa.

Para o headhunter Bernt Entschev, da consultoria Bernt Entschev Human Capital, a experiência profissional deve vir antes da educação continuada. "Para os mais jovens, a recomendação é praticar a profissão por dois a três anos e depois partir para uma especialização, mais consciente do que gosta de fazer."

No caso do mestrado, o headhunter indica que são necessários uns cinco anos de atuação na área que vai se especializar. "Com mais experiência profissional, no momento da pós-graduação a troca de informação com outros alunos e professores se processa com mais fluidez e o aluno terá um melhor aproveitamento."

Já o consultor de empresas Luciano Salamacha, do Instituto Salamacha de Desenvolvimento Humano, avalia sob outro ponto de vista. Para ele, uma pessoa com 20 anos geralmente ainda é solteira, tem mobilidade para novos compromissos profissionais, tempo disponível para estudar e aprender e pode dedicar-se para sua carreira sem grandes preocupações com compromissos familiares. "Na medida em que o tempo vai passando, a pessoa adquire mais conhecimento e experiência", afirma. Aos 40 anos, segundo o consultor, os compromissos familiares influenciam na mobilidade e no tempo livre, e as necessidades financeiras são maiores. Por isso, diz ele, é importante ter autoconhecimento para enxergar o momento certo para se reciclar.

Oportunidade

Fabrício Luz Lopes, 25 anos, é daqueles que não gostam de perder tempo. Desde o primeiro ano da faculdade começou a trabalhar e assim que terminou a graduação fez a pós de Gestão Empresarial na Universidade Tuiuti do Paraná (UTP). Hoje, ele é trainee do Centro de Inovação da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). Lopes conta que ter concluído uma pós-graduação e ter experiência na área contribuíram para que se destacasse entre os candidatos e fosse escolhido para a vaga.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.