i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Economia

Mercado está otimista, mas cai confiança do consumidor brasileiro

  • PorGlobo.com
  • 29/07/2005 10:04

Com os títulos da dívida externa brasileira em alta, o risco-país nacional já ameaça cair abaixo dos 400 pontos centesimais nesta sexta-feira. Às 12h02m, o EMBI+ Brasil marcava 401 pontos, com queda de 1,71% (ou 7 pontos). A queda do risco ajuda a derrubar também o dólar, que recuava 0,58% no mesmo horário, cotado a R$ 2,391 na compra e R$ 2,393 na venda.

A sexta-feira é tranqüila no mercado financeiro, que vê sinais de arrefecimento da crise política como resultado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Correios. O motivo é que as investigações estão atingindo pessoas de fora do PT, o que estaria gerando incômodo entre outros partidos.

O cenário econômico positivo é outro fator positivo, principalmente porque os investidores estrangeiros continuam atentos a ele. Fatos como o aumento da atividade industrial paulista e o anúncio de que o principal da dívida externa começará a ser pago antecipadamente fazem parte do cenário positivo. Nesta manhã, um dos destaques é o superávit de R$ 9,6 bilhões do setor público em junho, contra R$ 7,9 bilhões no mesmo mês do ano passado.

Em alta pelo quarto pregão consecutivo, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) comemora a boa participação dos investidores estrangeiros no pregão, mesmo nos dias de maior tensão com a cena política. O Índice Bovespa tem alta de 0,88%, com 26.300 pontos e volume financeiro de R$ 441,1 milhões. Mantida a tendência de alta até o final do dia, o mercado de ações terminará o mês como a melhor aplicação.

AçõesNa análise por grupo de ações, as do setor elétrico estão entre as maiores altas. O Índice de Energia Elétrica (IEE) sobe 1,78%, bem acima da média do mercado. Entre as 55 ações do Ibovespa, as maiores altas são de Tele Celular PN e Eletropaulo PN (+2,76%). As quedas mais significativas são de Embraer ON (-1,54%) e Telesp PN (-1,21%).

JurosNo mercado futuro de juros, as projeções da taxa Selic registram leve alta nos vencimentos mais longos. O Depósito Interfinanceiro (DI) de janeiro de 2007 tem taxa de 17,98% ao ano, contra 17,93% do fechamento de quinta-feira.

Apesar do mercado estar otimista, uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas mostra que o consumidor não está

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.