Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 |
| Foto:

A geração Y – pessoas que hoje têm entre 18 e 30 anos, aproximadamente – quer mais do que apenas um salário. Com ambições elevadas, o grupo espera ser desafiado e ter rápida ascensão. A constatação é de uma pesquisa feita pela Hays, empresa especializada em recrutamento, com mil pessoas desta faixa etária no país. De acordo com o estudo, essa geração tem os salários mais altos e melhores expectativas de trabalho e segurança no emprego do que qualquer outra.

Esses jovens cresceram vendo o país se desenvolver rapidamente e cumprir um papel importante no cenário global. Por esse motivo, suas ambições são mais altas. Para a maioria, o objetivo profissional é adquirir conhecimento e especialização. Em segundo lugar, o grupo espera obter reconhecimento pessoal e fazer a diferença para a sociedade.

"O jovem procura muito o desafio, que pode ser tecnológico ou social. Ele é instigado a concorrer, fazer algo diferente. O dinheiro é importante, mas é uma consequência", afirma Ovídio Felippe Pereira da Silva Jr., professor de MBA em Gerência de Projetos da Universidade do Vale do Itajaí.

O Brasil é o único país dentre os pesquisados em que o dinheiro não é a prioridade. A geração Y quer uma carreira desafiadora e a possibilidade de progredir pessoal e profissionalmente, mas não quer esperar muito por isso. Segundo o estudo, o Brasil tem uma das mais altas taxas de mudança de emprego – 16%. Por outro lado, os jovens mostram todos os sinais de quererem se desenvolver continuamente e terem o controle do próprio destino.

Para 53% dos entrevistados pela Hays, o chefe ideal é o que atua como coach ou mentor (ou seja, que orientam a carreira) e grande parte também o descreve como um líder. Também há grande tendência para o empreendedorismo – 92% já têm ou quer ter o próprio negócio. Para o professor Pereira da Silva, isso não é uma surpresa para esse grupo que quer ser desafiado. "O empreendedorismo não tem limites, ao contrário de uma empresa que tem regras, disciplina e salário limitado."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]