i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Aftosa

Ucrânia libera importação de carnes brasileiras in natura

  • PorO Globo/Globo Online
  • 28/12/2005 16:32

O governo da Ucrânia liberou a importação de carnes brasileiras in natura, exceto as produzidas no Mato Grosso do Sul e Paraná, em razão dos focos de aftosa registrados no segundo semestre deste ano, segundo informou a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Com isso, o Brasil já pode voltar a exportar o produto para aquele mercado e se habilitar a uma eventual licitação do governo ucraniano para repor os estoques oficias de carnes.

A decisão foi comunicada nesta terça-feira à Embaixada do Brasil na Ucrânia. O Vice-Diretor Principal de Medicina Veterinária daquele país suspendeu parcialmente a proibição à importação de carnes brasileiras in natura, em vigor desde 17 de novembro passado. De acordo com a SRI, a medida é resultado da atuação do embaixador Renato R. L. Marques, que vinha mantendo contatos com as autoridades ucranianas para ajustar as restrições à real situação epidemiológica do Brasil.

Os técnicos da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio estavam acompanhando o desenvolvimento das negociações.

Ainda segundo a SRI, há informações de que o Comitê Estatal de Reservas Materiais da Ucrânia deverá adquirir carnes no exterior para repor o estoque estatal. No último dia 20, conforme fontes locais, o comitê pediu ao Gabinete de Ministros autorização para compra do produto, tendo em vista que o volume de carnes bovina e suína corresponde a apenas 41% do planejado e que os produtores nacionais não poderão suprir essa necessidade.

A Secretaria de Relações Internacionais de Agronegócio considera a Ucrânia um importante destino para as carnes brasileiras bovina e suína in natura. Em 2004, as exportações de carnes in natura e industrializadas renderam ao Brasil US$ 88,9 milhões, representando 84,6 mil toneladas. No primeiro semestre deste ano, os embarques totalizaram US$ 23, milhões, o equivalente a 15,2 mil toneladas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.