i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Energia

Preço da luz cai e Copel suspende desconto para quem paga em dia

  • PorGuido Orgis
  • 27/06/2006 18:37

A Copel encerrou sua política de descontos ao estabelecer ontem os reajustes para sua tabela de preços. Até a semana passada, a Copel concedia um desconto médio de 6,8% para os clientes que não atrasavam o pagamento. Com o fim dos descontos, os clientes de baixa tensão que pagavam em dia terão uma redução de quase 7% na fatura – e não de 12,7%, como anunciado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) –, enquanto as tarifas para a alta tensão subirão em média 6%.

Segundo a companhia, o abatimento na conta dos consumidores que pagavam em dia passou a ser desnecessário com a portaria da Aneel que reduziu em 12,7% o valor cobrado de clientes ligados à rede de baixa tensão – categoria que engloba residências, pequenas empresas e propriedades rurais – e aumentou em apenas 1,44% o preço pago pelos usuários do sistema de alta tensão, como as indústrias. O preço do MWh para consumidores residenciais com as contas em dia, por exemplo, passará de R$ 280 para R$ 260 (valor antes da incidência de impostos).

A diferença entre os reajustes para baixa e alta tensão é uma tendência que começou há três anos, quando a Aneel decidiu acabar com um instrumento conhecido no mercado como "subsídio cruzado". Ele fazia com que os clientes de baixa tensão pagassem um valor mais alto para subsidiar as indústrias. Em suas últimas resoluções, a Aneel reduziu a diferença entre as categorias para que, até 2008, as duas tenham tabelas com preços semelhantes. No Paraná, há cerca de 35 mil consumidores de alta tensão e 3,2 milhões de conexões de baixa tensão.

Descontos

Desde o ano passado a Copel trabalhava com a possibilidade de acabar com a política de descontos, já que a pressão sobre os preços de energia está em queda. O abatimento foi criado em 2003, quando a Aneel autorizou um reajuste médio de 25%, repassando o impacto da desvalorização do real ocorrida em 2002 sobre os custos do setor. A política de descontos era apontada no mercado financeiro como uma das grandes dúvidas sobre o futuro do desempenho da Copel. A notícia de que a estatal eliminou o benefício foi bem recebida por investidores. Ontem, os papéis mais negociados da companhia, os preferenciais da série B (PNB), subiram 5,49%. Essa reação reflete a possibilidade de a empresa ter um aumento de receita acima do previsto pela Aneel, de 5,12%, nos próximos 12 meses.

Ao conceder os descontos, a Copel abriu mão de parte de seu faturamento. Mais de R$ 1 bilhão deixou de entrar no caixa da companhia de 2003 a 2006. Apesar disso, Ghilardi vinha repetindo que a política trazia como compensação a redução na inadimplência, que caiu de 5,4% do faturamento, registrados em junho de 2003, para 2,3% pouco mais de um ano depois.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.