Foz do Iguaçu – Cerca de sete mil pessoas estão concorrendo a uma das mil vagas de emprego nas lojas e nas áreas administrativa e de manutenção do primeiro shopping center de Foz do Iguaçu, o Cataratas JL. O empreendimento, considerado o maior no oeste do estado, deve ser inaugurado em 31 de outubro e terá 140 lojas, quatro salas de cinema, academia de ginástica, praça de alimentação e estacionamento. O investimento inicial estimado é de R$ 60 milhões.

Numa segunda fase, depois da inauguração, a administração estima que serão necessárias mais 200 contratações. A construção do Cataratas envolve ainda cerca de 400 postos de trabalho – entre operários, engenheiros, administradores e prestadores de serviços terceirizados. Outros 2,5 mil empregos indiretos devem ser criados a partir do empreemdimento.

O prazo para a entrega dos currículos para esta primeira fase se estendeu por uma semana e terminou nesta terça-feira. O processo de pré-seleção está a cargo dos professores do curso de Psicologia da Faculdade União das Américas (Uniamérica), também de Foz do Iguaçu. As referências apresentadas pelos interessados serão avaliadas e classificadas conforme os requisitos exigidos e os cargos disponíveis. Em seguida, aqueles que obtiverem os melhores resultados serão convocados para as entrevistas, teste e dinâmicas de grupo.

"Essa fase é importante para que os candidatos revelem também quais são suas habilidades", observa a responsável pelo Laboratório de Psicologia do Trabalho, professora Nazaré de Oliveira Almeida. Depois da seleção, os contratados para os serviços de limpeza, manutenção e recepção receberão treinamento específico.

O recrutamento garantirá também a formação de um banco de dados com informações sobre interessados nas vagas na área de gerenciamento, vendas e atendimento. Esse material ficará disponível para os proprietários de lojas e quiosques do shopping, para futuras contratações.

"Além de atender a necessidade de compra do morador de Foz do Iguaçu, o shopping está movimentando outros setores, principalmente o de prestação de serviços. Uma marcenaria da cidade precisou contratar mais duas pessoas para atender a todos os pedidos", comentou o superintendente Lindenor Cavalheiro.

Três fatores foram decisivos para a instalação do empreendimento na cidade: segurança, clima e turismo. "Sabíamos do potencial de mercado que a região oferece, mas acabamos nos surpreendendo com tamanha receptividade."

Aproximadamente 80% da obra está concluída. Os trabalhos se concentram agora na parte externa do prédio de três andares para a finalização da fachada e do paisagismo. As lojas também estão em fase de instalação e acabamento. Das 140 previstas, 100 já foram locadas.

O empreendedor, o grupo JL, também mantém um shopping em Cascavel, desde 2004. O shopping de Foz do Iguaçu está sendo construído com investidores da cidade e da região, além de Londrina, Curitiba e franquias nacionais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]