Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Negócios

Responda rápido: qual é o seu negócio?

Pitch é o discurso com dados sobre o negócio do empreendedor. Deve ser conciso a ponto de convencer o interessado no trajeto do elevador

  • João Pedro Schonarth
 |
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um discurso bem afiado pode conquistar um investidor e para isso há técnicas para melhorar o pitch do empreendedor, que nada mais é que a propaganda concisa e com dados objetivos do negócio em que o futuro empresário irá atuar. O termo vem de elevator pitch, que pode ser traduzido como “abordagem de venda no elevador”. Ou seja, para não perder uma oportunidade, é preciso conseguir conquistar um interessado no rápido deslocamento do térreo até o décimo andar – algo como dois minutos, mais ou menos.

VÍDEO: Felipe Couto, coordenador do núcleo de capital inovador do Senai Centro Internacional de Inovação, mostra os principais tópicos para formular um bom pitch

Entre os itens que devem estar em destaque no pitch, segundo especialistas, é o potencial do mercado em que o empreendedor irá atuar, a solução apresentada à questão e ainda as vantagens competitivas do negócio. Deixar o discurso afiado, porém, é a última etapa que o empreendedor deve se preocupar. “O pitch só vem para validar o negócio. Primeiro, é preciso fazer o plano de negócios, elaborar provas de conceito e mostrar que a ideia pode se tangibilizar”, salienta Cássio Spina, fundador da Anjos do Brasil, organização que fomenta o investimento-anjo no país.

Foi esse o caminho escolhido por Gladys Mariotto, responsável pelo de con­teúdo do Já entendi, site especializado em vídeo aulas preparatórias para o Enem e o vestibular. Antes de apresentar seu pitch no Desafio Brasil, evento que promove a competição entre startups brasileiras, ela fez um plano de negócios com 15 páginas e um sumário sobre a empresa, com uma página.

“Como nossa empresa é voltada à educação de uma maneira mais fácil e divertida, com vídeo aulas, optei por um pitch menos sério, como são muitos que já assisti. Escolhi falar da minha história para ilustrar a importância do que fazemos. Sozinha e com poucos recursos fui colocando a empresa para funcionar”, conta.

Depois da apresentação sobre o site, que está no ar há três meses, Gladys foi procura­­da por cinco interessados. “Dois fizeram propostas. Co­­mo volto a me apresentar em São Paulo, no Desafio Brasil, vou aguardar antes de de­­cidir. Como tenho formação em cinema, desenvolvi meu pitch como um roteiro de­­ um filme, englobando os prin­­cipais pontos da empresa”, ensina.

Felipe Couto, coordenador do núcleo de capital inovador do Senai Centro Internacional de Inovação, lembra que o tempo do pitch varia de acordo com a dinâmica da oportunidade. Segundo Couto, a conversa pode ter dois minutos, em um encontro casual no shopping ou em um corredor, ou até 15 minutos, em uma apresentação em um evento.

Além de avaliar a capacidade do empreendedor realizar o negócio, o investidor também procura altas taxas de retorno. “O empreendedor precisa saber que o investimento é de risco e por isso precisa ter um retorno atrativo. Hoje, há aplicações financeiras que dão um retorno de 12% a 15%. O interessado em investir vai buscar, com o negócio, entre 30% e 40% de margem de lucro”, avalia Couto.

EntrevistaPrêmioIdentificação reconhecida

Thais Carneiro, gestora de inteligência de negócios da Akiyama

A empresa paranaense Akiyama recebeu neste mês, nos Estados Unidos, o prêmio na categoria de projetos de segurança da informação no evento ISLA Americas, programa que reconhece iniciativas voltadas para segurança no continente. Seu fundador-presidente Ismael Akiyama é um empreendedor Endeavor e atua no ramo de identificação digital, voltado para instituições governamentais e autarquias, sistema bancário e setor comercial. A gestora de inteligência de negócios da empresa, Thais Carneiro, fala sobre a premiação e os planos da empresa.

Qual a importância do prêmio para a Akiyama?É um reconhecimento em um dos principais congressos do mundo na área. A empresa desenvolve produtos hoje utilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral e o prêmio consolida a empresa neste ramo de transações de informações altamente sigilosas.

Esse reconhecimento internacional traz oportunidades para a empresa no exterior?A empresa tem interesse em outros países, mas concentra esforços no Brasil, onde estamos tendo grande êxito, com o projeto de cadastramento biométrico do TSE. Recebemos convites para mostrar nossos serviços e a partir desse interesse pode haver uma estruturação para projetos internacionais.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#appId=254792324559375&xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
]]>Tweet

Economia | 1:33

Veja o que um bom pitch deve conter

O empreendedor precisa ter um bom pitch da sua empresa, que é a propaganda que o futuro empresário faz sobre seu negócio. Pitch precisa ser conciso e objetivo, para conseguir conquistar investidor em uma viagem no elevador.

VER MAIS VÍDEOS

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE