i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
estados unidos

Se economia piorar, Fed promete agir

  • PorFolhapress
  • 27/08/2010 21:18

O Banco Central americano anunciou ontem que voltará a agir caso a economia do país piore ainda mais. O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, reanimou os mercados ao dizer que fará "tudo o que puder" para garantir a recuperação, incluídas aí "medidas não convencionais". Bernanke, em simpósio em Jackson Hole, no estado de Wyoming, afirmou acreditar que os EUA continuarão a crescer na segunda metade do ano, embora em "ritmo relativamente modesto".

O presidente do Fed não entrou em detalhes sobre quais seriam as novas condições da economia que levariam o banco a agir. Segundo ele, "o comitê não acertou um critério específico ou gatilhos para ações futuras". Ele indicou, no entanto, que entre as medidas que o banco pode tomar estão compras adicionais de títulos e a redução da taxa de juros que o Fed paga sobre os excessos de reservas dos bancos.

E, na última sexta-feira de um mês marcado pelo pessimismo no mercado, o governo divulgou uma segunda projeção do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre, de 1,6% (na taxa anualizada), contra o 2,4% anunciado antes. Apesar da queda, o número ficou acima das expectativas de especialistas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.