035216

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Sem novidades na Previdência, Bolsa recua mais uma vez

Mercado financeiro

Sem novidades na Previdência, Bolsa recua mais uma vez

Ibovespa fechou abaixo dos 95 mil pontos. Aversão ao risco no exterior também motivou retração

  • São Paulo
  • Folhapress
 | NELSON ALMEIDA/AFP
NELSON ALMEIDA/AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Bolsa brasileira recuou quase 1% nesta segunda-feira (11), reflexo da falta de notícias sobre a reforma da Previdência e aversão a risco no exterior, enquanto investidores aguardam negociações que podem encerrar a guerra comercial entre Estados Unidos e China. O dólar avançou, em linha com o exterior. 

O Ibovespa, principal índice acionário do país, perdeu 0,98% e fechou a 94.412 pontos. O giro financeiro foi de R$ 12,5 bilhões, abaixo da média do ano. O índice foi pressionado pela queda dos papéis com maior peso na Bolsa, como Petrobras bancos. 

 A Vale cedeu 2,64%, ainda na esteira do impacto da tragédia de Brumadinho sobre a companhia e mesmo com a alta de mais de 7% nos preços do minério de ferro. Desde o rompimento da barragem, a matéria-prima se valorizou mais de 35%. 

LEIA TAMBÉM: Com investidor estrangeiro, Bolsa brasileira deve ir além dos 100 mil pontos

 No exterior, as Bolsas europeias avançaram, mas as americanas oscilavam pouco, reflexo da expectativa de investidores sobre nova rodada de negociações entre americanos e chineses. 

 "O assunto da guerra comercial entre EUA e China ainda está longe de acabar, de chegar a um acordo e isso traz um pouco mais de volatilidade para o mercado, o que faz com que investidores tentem fugir do risco", disse gerente de tesouraria do Travelex Bank, Felipe Pellegrini. 

 A moeda americana avançou 0,80%, a R$ 3,7630. No exterior, de 24 divisas emergentes, 22 perderam valor para o dólar nesta segunda.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE